Por

[email protected] (www.pa4.com.br)

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
94560_imagem_chamada
Prefeito Anilton Bastos (Foto: Reprodução Google)

 

O presidente da executiva municipal do PSC (Partido Social Cristão) Nilton Oliveira, o popular Nilton do SAMMPA, protocolou representação no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) pedindo que o Tribunal acelere o julgamento do processo por suposto cometimento de crime de responsabilidade pelo prefeito de Paulo Afonso, Anilton Bastos (PDT).

 

Se for condenado, o atual prefeito passará a integrar a nada honrosa lista dos políticos inelegíveis (chamados ficha sujas), pois o processo já tramita em órgão colegiado, podendo receber, ainda, outras punições quando não mais couberem recursos.

 

sssxxxx

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

9 respostas

  1. Errou o representado. Deveria ter sido contra a Juiza que preside o processo. Só vai demorar mais té o CNJ concluir a ilegitimidade do `residente do TRF para ser parte no processo e com isso facilitar a vida de Anilton

      1. INFELIZMENTE EU TENTO SER EDUCADO COM ESSA GENTE, MAS AÍ VEM OS “ANONIMOS” TENTAR DESQUALIFICAR, VAI A RESPOSTA DE FORMA TÉCNICA, ONDE A FONTE É O REGIMENTO INTERNO DO CNJ. VÃO SE APRIMORAR CAMBADA..KKK (ADORO CURTIR VOCES,VÃO CONTNUAR LAMBENDO BOTAS)
        *******
        DA REPRESENTAÇÃO POR EXCESSO DE PRAZO
        Art. 78. A representação contra magistrado, por excesso injustificado de prazo, para a prática de ato de sua competência jurisdicional ou administrativa, poderá ser formulada por qualquer pessoa com interesse legítimo, pelo Ministério Público, pelos Presidentes de Tribunais ou, de ofício, pelos Conselheiros.

        § 1º A representação será instruída com os documentos necessários à sua demonstração e será dirigida ao Corregedor Nacional de Justiça.

  2. INFELIZMENTE EU TENTO SER EDUCADO COM ESSA GENTE, MAS AÍ VEM OS “ANONIMOS” TENTAR DESQUALIFICAR, VAI A RESPOSTA DE FORMA TÉCNICA, ONDE A FONTE É O REGIMENTO INTERNO DO CNJ. VÃO SE APRIMORAR CAMBADA..KKK (ADORO CURTIR VOCES,VÃO CONTNUAR LAMBENDO BOTAS)
    *******
    DA REPRESENTAÇÃO POR EXCESSO DE PRAZO
    Art. 78. A representação contra magistrado, por excesso injustificado de prazo, para a prática de ato de sua competência jurisdicional ou administrativa, poderá ser formulada por qualquer pessoa com interesse legítimo, pelo Ministério Público, pelos Presidentes de Tribunais ou, de ofício, pelos Conselheiros.

    § 1º A representação será instruída com os documentos necessários à sua demonstração e será dirigida ao Corregedor Nacional de Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.