Por

Por Luiz Brito DRT3.913

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

130013_imagem_chamada

 

Os servidores públicos municipais que esperavam receber o pagamento das férias, inclusive acumuladas, que estava previsto para ontem (29), no apagar da luzes do governo Anilton, terão que esperar a boa vontade do novo gestor.

 

Segundo o Site apurou, os servidores que aguardavam o pagamento das férias vencidas ou parciais, foram surpreendidos nas diversas secretarias municipais com a informação proveniente do Setor de Recursos Humanos da prefeitura de que o pagamento teria sido suspenso.

 

Os motivos não foram explicados. Mas a decisão, “por ordem superior”, gerou grande desconforto aos servidores que pretendiam utilizar esses recursos para saírem de férias já previstas.


Leia também: Anilton poderá deixar dívida de mais de R$ 12 milhões com a Chesf


 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

9 respostas

  1. O MOTIVO DO NÃO PAGAMENTO DAS FÉRIAS, É QUE O DINHEIRO FOI GASTO NA CAMPANHA ELEITORAL. BEM FEITO, BEM EMPREGADO, MELHOR SERIA ERA SE NÃO PAGASSE DE JEITO NENHUM.
    COMO DIZIA O VELHO ACM: “O POVO TEM O GOVERNANTE QUE MERECE”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.