Prefeitura de Paulo Afonso lança vacinômetro para acompanhar vacinação; 784 já tomaram 1ª dose

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 26 de janeiro de 2021 às 21:26

Foto: PMPA



 

 

A prefeitura de Paulo Afonso lançou nesta terça-feira, dia 26 de janeiro o vacinômetro  para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19. De acordo com a ferramenta, 784 pessoas já receberam as primeiras doses da Coronavac e da AstraZeneca/Oxford.

 

“Lançamos o nosso vacinômetro para você acompanhar a imunização contra a covid-19. Até o momento recebemos 1.706 doses e vacinamos 784 pessoas, entre profissionais da saúde e idosos institucionalizados. Até esta quinta-feira (28), os indígenas também receberão as doses e continuaremos com os servidores municipais da saúde, com as 922 doses restantes dessas remessas. Aguardamos ansiosos pelos aviões do Estado pousando mais uma vez com mais esperança! Vamos vencer essa batalha! Juntos somos mais fortes!”, informou em nota a prefeitura.

 

 

No dia 19 de janeiro, a cidade de Paulo Afonso foi contemplada com 966 doses do 1º lote da vacina CoronaVac que até então estavam sendo destinadas a 483 pessoas em vacinação inicial e 483 guardadas para o reforço, seguindo o que havia sido preconizado pelo Ministério da Saúde (MS). Porém, neste domingo (24), dia em que chegou a vacina AstraZeneca ao município, o Governo do Estado recomendou à Secretaria de Saúde que utilizasse as 483 doses de Coronavac, que estariam sendo guardadas para aplicação da segunda dose, juntamente com as da Oxford.

 

Com essa medida, juntando as 483 doses da Coronavac e as 740 da vacina de AstraZeneca que chegaram, serão imunizados no município mais 1.223 profissionais da saúde, seguindo as prioridades do MS e o que orienta o governo do Estado. Ou seja, somando as 966 doses da CoronaVac com as 740 da AstraZeneca/Oxford, ao todo, 1.706 pessoas serão vacinadas nesse primeiro momento. Segundo o vacinômetro, até agora 784 receberam as primeiras doses.






5 comentários em “Prefeitura de Paulo Afonso lança vacinômetro para acompanhar vacinação; 784 já tomaram 1ª dose”

  1. Enquanto isso, a cidade vive como se nada estivesse acontecendo no mundo. Preferem morrer e infectar seus parentes e amigos a deixar de tomar cachaça. Os bares da vida estão sempre lotados de gente que deixa de comprar o alimento pra comprar um celular e ter vida editada e tomar cachaça etc….Salve-se quem puder…Quanta hipocrisia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.