Pela 1ª vez em anos, educação de Paulo Afonso não atinge meta do IDEB, diz Anilton durante convenção

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 17 de setembro de 2020 às 21:56




 

Durante a Convenção Partidária do PODEMOS, realizada na noite desta quarta-feira, 16, o candidato a prefeito de Paulo Afonso, Anilton Bastos, apresentou a homologação da sua chapa. Na oportunidade, Flavinho foi oficialmente apresentado como candidato a vice-prefeito.

 

Em seu discurso, Anilton afirmou que, pela primeira vez na história, Paulo Afonso não atingiu o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB. Medido a cada dois anos, o programa é o principal indicador de qualidade da educação brasileira, calculado com base em dados de aprovação nas escolas e de desempenho dos estudantes no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

 

“Pela primeira vez depois de tantos anos, nós não atingimos o índice que nós estávamos propostos a fazer, caímos no Ideb depois de tantos anos, o que é que aconteceu?, diminuiu os recursos que estão chegando pra cá?, diminuiu a gestão?”, questionou.

 

Queda do IDEB em Paulo Afonso

 

Segundo os indicadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), a rede municipal de Paulo Afonso teve nota 5,1 em 2019 na avaliação de alunos da 4º série/5º ano e não atingiu a meta de 5,4 dos primeiros anos de aprendizagem. Na última avaliação que ocorreu há dois anos, a nota foi de 5,3, o que representa uma queda expressiva.

 

Na avaliação de alunos do 8º ano/9º ano, a nota de 2019 foi 4,9, atingindo o proposto para a avaliação dos anos finais do ensino fundamental.

 

Para Anilton, o baixo indicador de Paulo Afonso no IDEB é reflexo do falta de investimento da atual gestão municipal com a educação. “Do jeito que as coisas estão indo não dá mais. Paulo Afonso precisa de mudança, de um gestor que saiba administrar com responsabilidade o município. Está faltando comando. O povo não acredita nesse desgoverno que aí está. Queremos propor mudanças em toda cidade, da área urbana a rural. O povo precisa de voz e trabalho e isso nós temos”, disse.

 

Por Leonardo Dias

 









14 comentários em “Pela 1ª vez em anos, educação de Paulo Afonso não atinge meta do IDEB, diz Anilton durante convenção”

  1. É nisso que dá colocar uma secretária de educação só por quê é …, o prefeito ainda deixou ela tirar excelentes profissionais de resultados comprovados, e o resultado não podia ser diferente, esta secretária é fraca e a prova está aí, contra fatos não há argumentos.

      1. Pra vcs verem,ele usa dados referentes ao ano anterior,com a cara de pau chamando o povo de burros , principalmente substimando os professores ,com um assunto indiscutível já que esse ano não houve presença letivo por conta da pandemia,o que é óbvio vai ser lamentável, não só no Brasil,mais no mundo, que dirá em Paulo Afonso sem noção!!!!!!!!

    1. O professor está desinformado. O ideb é divulgado este ano é medido no ano anterior, ou seja, o indice é de 2019. Os alunos tiveram um ano letivo normal. O próximo ano 2021 é que terá meta no ideb.

  2. É MUITA CARA DE PAU DESSE EX PREFEITO.ESSE ANO DE 2020 NÃO TEVE AULAS NORMAIS E REGULARES.FORAM SUSPENSAS POR CAUSA DA PANDEMIA. QUER DENEGRIR A IMAGEM DESSA GESTÃO DE TODAS AS FORMAS PARA TIRAR PROVEITO POLÍTICO. CALMA SENHOR, AS URNAS REVELARÃO SUA DERROTA. MORO EM P.A. MAS NÃO VOTO AQUI. AGORA SUJEIRA EU NÃO ME CALO E NÃO ACEITO.

  3. Eu tiro o chapéu para os professores de excelência que temos no nosso Município,onde trabalho ultrapassamos as duas modalidades, no Município ultrapassamos a meta dos anos finais ,onde o índice está muito baixo no Brasil,e nos anos iniciais o resultado não foi ruim,tivemos exemplos de várias escolas,estamos de parabéns,defendo a minha classe,foi nesse governo que tivemos todo apoio para com os professores, aumento e retroativo até para nós contratados.

  4. Sim, Concordo. Agora Eu Lhe Pergunto, Pelo Menos Cite Uma Cidade do Brasil Que Que Atingiu A Meta Do IDEB. Com Essa Pandemia Do Covid 19. A resposta Será, Nenhuma Né Seu Sabidão…

  5. Como tem gente desinformada sobre como é feito o índice do IDEB. Ainda bem que 2020 não entra, pois é ano sim e outro não. Este índice é de 2019. Agora tem o ano letivo de 2021 para atingir a meta. E outra tem município que que chega a meta às custas de muita manobra, como exemplo: retirando da conta alunos que abandonaram colocando-os como transferidos, no conselho de classe os professores são praticamente condicionados a aprovar alunos e etc. Agora se for nestes municípios, vai encontrar muitas crianças e adolescentes que abandonaram a escola e mal sabem ler. Talvez o município tenha escolas com mais autonomia e não faça manobras. É uma hipótese para que não tenha alcançado a meta. Isso não quer dizer que o município está ruim na educação. Acredito que o que está pior é a saúde. Paulo Afonso nunca conseguiu atingir um bom patamar na saúde pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.