Por

Rebeca Menezes / Matheus Caldas

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
(Paula Fróes/GOVBA)



 

 

A Bahia registrou 100 mortes e 4.917 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%), em 24h, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), no final da tarde desta quinta (25). No mesmo período, 3.932 pacientes foram considerados curados da doença (+0,6%).

 

Esse é o maior número de mortes registradas na Bahia desde o começo da pandemia, em março de 2020. Antes dos dados desta quinta, o maior número de mortes por dia no estado era 24 de agosto, quando foram contabilizados 77 óbitos.

 

Apesar das 100 mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados nesta quinta.O número demonstra o crescimento de casos graves, o que tem ampliado a taxa de ocupação nas UTIs. Das 100 mortes, 96 ocorreram em 2021, e 22 delas nos últimos quatro dias.

 

De acordo com a Sesab, a existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 11.488, representando uma letalidade de 1,72%.

 

UTIs e número de ativos

 

A taxa de ocupação das UTIs do estado é de 82%. 945 pessoas estão em Unidades de Tratamento Intensivo até o final da tarde desta sexta. O número também é o maior do estado desde o começo da pandemia. Este é o sétimo dia seguido de recorde no número de pacientes na UTI. Na quarta (24), eram 930 pacientes adultos e pediátricos em estado grave ocupavam leitos nas diversas regiões da Bahia.

 

Dos 669.821 casos confirmados desde o início da pandemia, 639.286 já são considerados recuperados.

Na Bahia, 42.375 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

 

A taxa de ativos segue alta no estado. Ainda de acordo com informações da Sesab, 19.047 encontram-se ativos.

 

Desde a última sexta (19), o estado tem toque de recolher. A medida, válida por sete dias, teve horário ampliado na segunda (22) – de 20 às 5h- e tem possibilidade de prorrogação.

 

Nesta quinta foram adotadas novas medidas. Todo o estado da Bahia passará por um ‘lockdown’. A medida estará em vigor entre sexta (26) e segunda (1º).

 

A subsecretária de Saúde Tereza Paim comentou o número. Ela reafirmou que o número de mortes são de diversas datas, mas destacou que o espalhamento do vírus está muito alto no estado.




 



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Uma resposta

  1. Bahia não!!!!! Salvador e região metropolitana que andam com dados alarmantes….. são eles que querem e gostam da SAFADESA, então deixa morrer…. não coloquem cidades do interior como Paulo Afonso no meio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.