Por

ASSESSORIA PARLAMENTAR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

 

Um ano depois do primeiro caso registrado do novo Coronavírus, o Brasil, segundo especialistas, segue numa situação preocupante concentrando atualmente o epicentro do vírus, sendo um risco eminente para o mundo. Em Paulo Afonso, a situação também preocupa a população. Segundo o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, a cidade registrou 3618 casos, sendo 278 ativos, e 89 mortes.

 

Durante uma reunião com vereadores nesta quinta-feira, 25, no Auditório Edson Teixeira na Câmara do município, o vereador Marconi Daniel (PODEMOS) pediu mais transparência da Prefeitura com as informações do combate e enfrentamento da Covid-19 para que se possam executar ações diretas a fim de conter o aumento de casos do vírus. O parlamentar, mais uma vez, classificou a situação como grave: “vidas estão sendo perdidas e nós vamos perder empregos por falta de gestão da prefeitura”, afirmou.

 

Em um ano de pandemia, a cidade tem somente 14 leitos de UTI Covid para atender a uma população de 250 mil habitantes de Paulo Afonso e cidades circunvizinhas. Nas últimas semanas, a taxa de ocupação dos leitos de UTI atingiu 100%. Marconi acredita que não é justo a Prefeitura culpar o setor econômico por conta do crescimento dos números da Covid-19 na cidade. “A Prefeitura quer fechar o comércio e usa como argumento a ocupação máxima desses leitos para fechar as lojas. Mas o comerciante não tem culpa se a prefeitura foi falha nesse tempo todo. Porque ao invés de colocar a culpa no comércio, porque não se amplia o número de leitos. É vergonhoso uma cidade do porte de Paulo Afonso ter somente 14 leitos de UTI Covid. Chegamos no ponto mais crítico da pandemia, as nossas UTI estão com taxa de ocupação em 100%. O prefeito vai esperar mais mortes e começarem a escolher quem vai ou não pra UTI para tomar uma providência?”, questionou.

 

Para Marconi, o descaso da Prefeitura de Paulo Afonso com a Covid-19 surgiu no final de fevereiro, quando quase 800 casos ativos foram registrados e ocupação total dos leitos de UTI atingiu a sua capacidade máxima. “Quando os números caíram para cerca de 250 o município decretou fechamento total?. Paulo Afonso vive há mais de 45 dias sob restrições, todas partindo do Governo do Estado porque parece que não temos prefeito. Tem que colocar os agentes da Vigilância para trabalhar. Falta ações continuas do município para barrar o crescimento do vírus que segue aí sendo um risco para todos e ele não escolhe nem hora, dia ou mês para contaminar ou tirar vidas. É preciso uma grande força tarefa orientando a população nas ruas, equipes fiscalizando, novos testes, ampliação de leitos de UTI, uma grande mobilização para que a nossa população volte a se sentir segura”, sugeriu.

 

Ainda segundo o parlamentar: “Poderiam fazer de forma escalonada nos horários ou Ramos de atividades, antecipar feriados, mas fechar tudo nessa altura do campeonato seria decretar falência de muitos e gerar ainda mais desemprego. Mais uma vez fica claro que não temos prefeito, a cidade está sendo comandada por meia dúzia de pessoas que não querem o bem do nosso povo. Faltou da Prefeitura mais diálogo, mais ação, mais aproximação com as classes, mas eles preferem decidir sem ouvir ninguém. Não se governa sem ouvir todas as partes. O momento requer muita atenção e ação. Precisamos salvar as vidas, mas também os empregos, mas isso só se consegue com planejamento e com ações, coisa que não temos no momento”, finaliza.

 

 










 



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

11 respostas

  1. Fecha os Bares, Lojas, deixa só o basico, os Jovem não estão respeitando nada, e ainda traz para casa a doença, para os mas velhos e crianças, abrir leitos de UTiS não é garantia de vidas, alguns nem sai vivo de lá.

    1. Fechar lojas? Como se tivesse grande movimento de pessoas nas lojas assim como tem em bancos e supermercados.
      Vamos olhar pra onde tem aglomeração e não pra onde está tranquilo.

  2. É CULPA DA CACHAÇA,
    DE FESTAS,
    DE DROGAS,DE CIGARRO DA SOUZA CRUZ,
    DA PROSTITUIÇÃO……

    1. Lá vizinho a …. no povoado Alto do Araticum tem duas chácaras de ….e ….são …. são lotadas todos final de semana todo final de semana inclusive de segunda a sexta tem festa….e não acaba a festa depois …….. e mundo fica jogando lixo nas estradas porque ele não joga no quarto dele onde ele dorme esse….

  3. Vou resumir a verdade: A culpa é do POVO!
    As feiras livres cheias de CACHACEIROS, bares no meio da feira, vai domingo no ceasa e comprove, se tiver justiça a coisa anda, da autoridade a polícia ….. nessas … que andam espalhando o vírus, enquanto o povo não se conscientizar, isso não vai acabar.

  4. O problema pode não está no comercio mas não adianta instalar milhares de UTI pois o problema está na maioria da população que fazem festas, se aglomeram, estão andando nas ruas sem fazer nada, se aglomeram nas portas das lojas, supermercados e bancos, e não existe fiscalização por parte da policia , prefeitura e os orgãos como OAB,MP, JUSTIÇA não ajudam em nada. Aqui em Paulo Afonso funciona assim; TU FINGE QUE CUMPRE EU FINJO QUE FISCALIZO e assim vamos enganando.

    1. Os únicos servidores públicos em teletrabalho são os professores e a maioria dos servidores do judiciário. Além de funcionários da iniciativa privada que possui cargos mais elevados. Vá numa escola pública e o porteiro está lá e o pessoal da secretaria também. Vá ao fórum e o vigilante está lá e o pessoal da recepção e limpeza também. Vá na delegacia todos os servidores públicos de lá estão indo nos seus horários, são servidores públicos sem homeoffice, também os correios estão abertos e seus servidores trabalhando.

  5. As lojas não são o problema, não tem aglomeração. O maior problema está nas pessoas sem consciência e que não respeitam distanciamento, não usam máscara e vão tomar álcool e ir pras festas.

  6. Quero ver os vereadores lutarem pra a coelba ficar em casa e nao vim tirar a leitura do contador fique em casa fique em casa vcs quyerem uma querra civilas contas nao param de chegar..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.