Por

ASSESSORIA PARLAMENTAR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Foto: Assessoria Parlamentar



 

 

A vacina contra a Covid-19 chegou em Paulo Afonso, porém nem todos os idosos da faixa etária de 80 anos receberam a vacinação a tempo e tiveram que esperar. O motivo: faltou vacina. Tudo porque os dados da Prefeitura de Paulo Afonso, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, não apresentaram consistência quanto ao quantitativo de idosos aptos a tomarem a vacina. Diante do problema, o vereador Marconi Daniel (PODEMOS), sugeriu ao município criar alternativas para a realização do cadastramento das pessoas que irão tomar a vacina.

 

Para o parlamentar, a criação de um aplicativo de cadastro da vacina, pré-cadastro presencial e ativação da ouvidoria da Saúde são ações que evitariam problemas que levassem a falta da vacina. “Várias cidades do país aderiram a esse tipo de recurso e tem sido um sucesso. O correto seria a vacinação ter ocorrido em escalonado por ano de vida, de forma decrescente. Sugiro ao município a criação de um sistema de cadastramento para que se possa ter um controle dos números e evitar dados equivocados, que é o que vem ocorrendo”, destacou Marconi.

 

Marconi defende que essas ações garantiriam mais agilidade no processo da administração da vacina, é uma vez adotadas, seriam aplicadas em outras fases da vacinação. “Além de poder controlar o cronograma com mais precisão, por meio do aplicativo, pré-cadastro ou até pela ouvidoria, seria possível fazer esse agendamento e levantamento de informações do paciente. A comunidade tendo acesso a esse dispositivo, o cidadão poderá conferir a data da sua vacinação, bem como tirar dúvidas e dar feedback a gestão”.

 

Consórcio Público para vacina

 

Após o vereador Marconi Daniel repudiar a postura do município em ter ficado de fora do Consórcio para compra de vacinas da Covid-19 gerido pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), e nem se quer, ter mostrado interesse em aderi-lo, a Prefeitura de Paulo Afonso se manifestou por meio de nota nas redes sociais e informou que está se preparando para a compra das vacinas contra a Covid-19, por meio do Consórcio Público realizado pela. O município encaminhará nos próximos dias um projeto de lei a ser votado n Câmara de vereadores.




 

Para o parlamentar, a mudança da postura da prefeitura sobre o consórcio da vacina só reforça que seu trabalho vem sendo feito da maneira correta. “Estamos fazendo um trabalho propositivo sempre a serviço do melhor para o povo pauloafonsino. Fico feliz em ver o município voltando atrás e melhor se posicionando sobre a vacina. Vidas importam sim e o senhor prefeito e seu secretariado tem que se atentar a isso, sempre buscando trabalhar para garantir uma saúde de qualidade a todos, pois é um direito conquistado. Irei continuar lutando por melhorias em todas as áreas, não irei me calar”, destacou.

 



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.