Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

 

A Prefeitura de Paulo Afonso publica nesta segunda-feira (29), o decreto nº 5.962 com as medidas municipais referentes ao período de 29 de março a 5 de abril. O documento tem como base o decreto publicado pelo Governo do Estado, no dia 24 de março.

 

O município segue com medidas de restrição, mas em relação ao funcionamento do comércio, houve mudanças e flexibilização nos horários, que foram nivelados com o governador Rui Costa.

 

Confira como ficou as determinações do município durante o período de 29 de março a 5 de abril:

 

–  Funcionamento do comércio nos dias 29, 30 e 31 de março, das 8h às 12h;

 

– Nos dias 29, 30 e 31 de março as instituições financeiras, casas lotéricas e correspondentes bancários poderão funcionar das 8h até às 12h. Após este horário, as instituições bancárias deverão funcionar com atendimento por caixa eletrônico;

 

– Fica suspenso entre o dia 29 de março às 5h de 05 de abril de 2021 o expediente na Prefeitura Municipal de Paulo Afonso, com exceção de algumas Secretarias;

 

– Toque e recolher das 18h às 5h, até o dia 5 de abril;

 

– Fica vedado o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas até 05 de abril de 2021;

 

– Nos dias 29, 30 e 31 de março, restaurantes, lanchonetes e semelhantes poderão funcionar das 8h às 12h, sendo permitido a partir deste horário o funcionamento na modalidade de entrega em domicílio (delivery) até às 24h;

 

– Supermercados, atacados, hortifrutis, açougues, frigoríficos, poderão funcionar das 6h às 17h30, no período de 29 de março à 5 de abril;

 

– A circulação do transporte coletivo deverá encerrar das 19h às 5h;

 

– Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30% (trinta por cento);

 

Para acompanhar o decreto completo, clique aqui.










Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

2 respostas

  1. O governo tem que fazer ou usar áreas cobertas para todos os setores trabalhista e econômico.
    Ex: colocar caixas eletrônicos nesses lugares amplos e abertos (dinheiro e condições os bancos tem).
    Além dos caixas, colocar locais para todos os supermercados colocarem os seus produtos que mais básicos assim iria desafogando e diminuíria as filas.

  2. Hoje, dia 31/03, estava um absurdo de aglomerações nas calçadas de supermercados e lojas grandes.
    Adianta o que mesmo reduzir horários e o povo se aglomerar em filas pra comprar ao mesmo tempo já que as lojas e supermercados estão fechando antes cedo?
    Absurdo. Já sabem que é pior reduzir horários, mas insistem . Qual o propósito disso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.