Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM ASCOM/PMPA

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Lagos de Paulo Afonso. Foto: Divulgação.



 

 

Na última semana, o governador Rui Costa publicou o Decreto nº 20.311 mantendo as medidas restritivas durante este final de semana, das 18h do dia 19 até às 5h do dia 22 de março.

 

O município de Paulo Afonso adota novamente as ações, tendo em vista que o objetivo dessas medidas é diminuir o número de pessoas nas ruas e conter a taxa de contaminação da covid-19.

 

Conforme o decreto, confira as principais determinações:

 

– O toque de recolher das 20h às 05h, permanece até 01 de abril de 2021;

 

– Comércio fechado das 18h do dia 19, até às 5h do dia 22 de março;

 

– Suspensão do atendimento presencial em bares, lanchonetes, restaurantes e afins, das 18h do dia 19, até às 5h do dia 22 de março, fica permitido somente a modalidade delivery, até meia noite;

 

– Academias e estabelecimentos voltados para a prática de atividades físicas têm seu funcionamento proibido até 22 de março;

 

– Fica vedada a venda de bebidas alcóolicas em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicilio (delivery), das 18h do dia 19 de março, até as 5h de 22 de março;

 

– Ficam suspensos eventos e atividades, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas até 01 de abril;

 

– Atos religiosos litúrgicos podem ser realizados, desde que respeitando os protocolos sanitários estabelecidos, como o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%;
Acompanhe o Decreto na íntegra, acessando o site do Governo do Estado.




 



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Uma resposta

  1. Decretos e mais decretos. Se mais uma vez isso não diminuir ou acabar de vez com esse vírus chinês, então certeza que não é solução.
    Prejudica mais a economia assim, e a fome e contas pra pagar aumentam.
    Tratamento precoce, cuidados básicos de higiene, máscaras, distanciamento..por enquanto é o mais seguro.
    O que realmente não tem necessidade e não precisa é festa. O resto é essencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.