Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Antes de encerrar sua gestão, o ex-prefeito Anilton Bastos (PDT), poderia ou vetar o supersalário do seu sucessor, Luiz de Deus (PSD), no valor de: R$ 33.763,00, ou sublinhar proposta da Câmara Municipal, cuja correção está prevista, em valor inferior, tanto para os vereadores como os secretários da administração municipal. No caso do prefeito, saiu dos atuais R$ 20 mil, para este salário espetacular.

 

ld
Posição de LD quanto o aumento do salário para R$ 33, 7, ainda é um mistério.

 

Anilton, simplesmente ‘lavou as mãos’ e agora, todos se perguntam: afinal, o prefeito Luiz de Deus se dará ou não o aumento fabuloso?, pelo que se tem até agora, o movimento concorre mais para o ‘sim’, do que para o ‘não’, mesmo porque, o subsídio superinflacionado revoltou parte da população – que ainda se revolta com as coisas da política, e, não obstante, o Ministério Público também disse que, caso seja aprovado, entrará com recurso para tentar anulá-lo.  Além do barulho em toda mídia. E caso fosse para a reprovação, certamente o prefeito já teria resolvido.

 

Quem vai pagar a conta quer saber: Luiz de Deus vai aprovar ou não?, vai enviar outro projeto com um salário mais coerente com a realidade do município e da situação atual do país? Com a resposta o prefeito.

 

 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.