Por

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

Centro Evangélico de Recuperação Social de Paulo Afonso – CERSPA, entidade mantenedora do Colégio Sete de Setembro e do Espaço Social Sete de Setembro completa nesta terça-feira, 13 de abril, 63 anos de história como entidade pioneira em ação social e educacional em Paulo Afonso.

 

Fundado em 1958, a história do CERSPA começou um pouco antes, em 1955, quando o então funcionário da Chesf, Gilberto Gomes de Oliveira, e o pastor João Cartonilho tiveram a iniciativa de criar a Escola Evangélica Antônio Balbino.

 

O objetivo era oferecer escolarização as crianças que não tinham acesso às escolas do acampamento da Chesf. Na época, a cidade era dividida em duas: o acampamento estruturado para funcionários da Chesf e a precária vila de operários, com casas construídas de taipa e cobertas com sacos de cimento – daí o nome de Vila Poty.

 

Iniciativa que contou com a colaboração de muitas pessoas generosas e altruístas que marcaram, assim, o grande município que ali nasceria: Paulo Afonso.

 

O comprometimento com a questão social que se tornou uma marca dos empreendimentos que sugiram da semente do CERSPA: O Ginásio Sete de Setembro em 1964, elevado a Colégio em 1970, e a Faculdade Sete de Setembro em 2002, depois rebatizada como Centro Universitário UniRios em 2019.

 

Por meio do Espaço Social o CERSPA atendeu milhares de famílias através de projetos educacionais, de formação profissional, musical e entre outras iniciativas, como o programa de bolsas de estudo que atende até os dias de hoje dezenas de crianças e adolescentes.

 

Relembre a trajetória em vídeo histórico com depoimentos do professor Gilberto Gomes de Oliveira e pessoas que fizeram parte dessa história.

 

 







Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.