Por

REDAÇÃO CORREIO DA BAHIA

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
(Foto: Arquivo Pessoal)



 

 

Era um dia comum para a técnica de laboratório Najhara Noronha, 36 anos, até que ela foi surpreendida com um e-mail. A mensagem, supostamente enviada por suas vizinhas, pedia para que a moradora de Brasília não transitasse nas áreas comuns do prédio com roupas de academia e “shortinhos”.

 

A notificação, com o título “Solicitação de vestuário apropriado”, foi assinada pele “Conselho de Mulheres” do condomínio. O texto pede que Najhara não use “vestes que não sejam bermudas ou roupas mais adequadas”. A justificativa: o vestuário estava fazendo os casais se sentirem constrangidos.

 

Após o e-mail desaforado, a moradora procurou dois funcionários do prédio, que não sabiam de onde tinha partido aquilo – nem o tal Conselho das Mulheres eles conheciam. Najhara, então, acionou um advogado “para analisar o caso”, e o síndico, que não respondeu até a manhã desta quinta-feira (18).

 

Najhara que mora no local há um ano e cinco meses, e que usa pouco as áreas de convivência. “Circulo apenas quando saio pra praticar esportes”, disse, ao G1, ao se declarar surpresa com o e-mail.

 

“A questão de um grupo de mulheres, ou apenas uma mulher, se achar no direito de definir o que eu posso vestir ou não, não há nada que justifique um comportamento desses”, conclui Najhara.










Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

2 respostas

  1. use mesmo minha filha. essas mal amadas estão é com inveja e ciumes de voçê. pois depois que casam, não se cuidam, não se arrumam, pensando que os maridos são própriedades delas. vá ver que muitas dessas chifram os maridos. eu desconfio dessas puritanas. mas isso, é raiva dos maridos delas, que com certeza ficam babando quando olham pra voçê.

  2. Já ouviram falar em sororidade. Para as mulheres conquistarem espaços e se autoprotegerem presisam entender o que significa esta palavra. O short dela não faz mal, o mal vem dos olhos maliciosos e estes precisam ser combatidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.