Baronesas em Paulo Afonso e Glória: ‘Estamos ingerindo água poluída’, diz Comitê Hidrográfico do São Francisco

Por TV São Francisco e G1 BA | 4 de junho de 2020 às 19:38




 

 

No dia nacional em defesa do Rio São Francisco, celebrado nesta quarta-feira (3), o coordenador do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco criticou a imensa quantidade de baronesas em alguns trechos do rio, um dos mais importantes cursos de água do Brasil.

 

Apesar da cheia do rio, que está com grande volume de água, o acúmulo baronesas foi notado no município de Paulo Afonso, e a situação preocupa, já que elas indicam poluição.

 

“O comitê tem acompanhado e tem visto que, além dos problemas que o acúmulo de baronesas tem gerado, nós sabemos que isso é consequência do lançamento de esgoto nos afluentes sem nenhum tratamento pelo municípios ao longo do São Francisco. Isso é prejudicial para a economia e também para a saúde das pessoas porque, teoricamente, nós estamos ingerindo água poluída”, explica Julianeli Lima, coordenador do comitê.

 

 

Além da importância da conscientização da população, Lima também falou sobre a necessidade de investimentos em projetos de revitalização do rio.

 

“É muito importante que haja um investimento, e o comitê está fazendo isso, discutindo alternativas para que os projetos hidroambientais sejam executados, e consequentemente minimizarmos esse problema”, destaca.

 

LEIA TAMBÉM – Contrato de R$ 884 mil não impediu nova invasão das baronesas na Prainha de Paulo Afonso

São 507 município banhados pelo São Francisco. O rio tem nascente geográfica no município de Medeiros (MG) e sua nascente histórica na serra da Canastra, no município de São Roque de Minas, centro-oeste de Minas Gerais. Na Bahia, o São Francisco atravessa o estado, fazendo sua divisa ao norte com Pernambuco, bem como constituindo a divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas.

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

No dia nacional em defesa do Rio São Francisco, celebrado nesta quarta-feira (3), o coordenador do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco criticou a imensa quantidade de baronesas em alguns trechos do rio, um dos mais importantes cursos de água do Brasil. Apesar da cheia do rio, que está com grande volume de água, o acúmulo baronesas foi notado no município de Paulo Afonso, e a situação preocupa, já que elas indicam poluição. “O comitê tem acompanhado e tem visto que, além dos problemas que o acúmulo de baronesas tem gerado, nós sabemos que isso é consequência do lançamento de esgoto nos afluentes sem nenhum tratamento pelo municípios ao longo do São Francisco. Isso é prejudicial para a economia e também para a saúde das pessoas porque, teoricamente, nós estamos ingerindo água poluída”, explica Julianeli Lima, coordenador do comitê. Além da importância da conscientização da população, Lima também falou sobre a necessidade de investimentos em projetos de revitalização do rio. “É muito importante que haja um investimento, e o comitê está fazendo isso, discutindo alternativas para que os projetos hidroambientais sejam executados, e consequentemente minimizarmos esse problema”, destaca. São 507 município banhados pelo São Francisco. O rio tem nascente geográfica no município de Medeiros (MG) e sua nascente histórica na serra da Canastra, no município de São Roque de Minas, centro-oeste de Minas Gerais. Na Bahia, o São Francisco atravessa o estado, fazendo sua divisa ao norte com Pernambuco, bem como constituindo a divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas.

Uma publicação compartilhada por PA4 – Ozildo Alves (@sitepa4) em




 



9 pensamentos em “Baronesas em Paulo Afonso e Glória: ‘Estamos ingerindo água poluída’, diz Comitê Hidrográfico do São Francisco”

  1. Começar a tirar os tanques de criação de peixes diretamente no rio. São milhares de toneladas de ração jogadas diretamente no rio e sem nenhum tipo de tratamento.
    A proliferação das baronesas, coincide com o inicio da expansão do criatórios de peixe em tanques. Todos fecham os olhos para isso, muita gente importante e políticos fizeram altos investimentos na criação de peixes no São Francisco.

    1. Justamente, Elio. As baronesas não se desenvolvem em Paulo Afonso. Elas vêm de Glória, Quixaba e localidades anteriores a estas. E o principal motivo do desenvolvimento desenfreado delas é a criação desordenada de tilápia em tanques, sem cuidados específicos ou fiscalização, apoiados por políticos oportunistas. E nós, o povo, e as próximas gerações pagaremos a conta. É muito lamentável!!

  2. Essa comissão ganhar rios🌊💰de verba pra realizar projetos que seja colaborativo para o Rio, e consequentemente para a população, mas nada fazem, só falácias…
    E tome esgoto no buxu dos otários!

  3. Cadê a licitação que e para limpeza dos lagos de mais de um milhão que não estão limpador a prainha na cidade não tem emprego vós que tem estão acabando cadê o dinheiro da reforma do balneário e uma vergonha está situação os donos de quiosques estão tudo quebrado o prefeito não fala nada mais o dinheiro só na conta outubro está aí tu vai lá pedir apoiar

  4. Tanta gente que defende o gasto altíssimo que foi pago para retirar as baronesas. Funcionários da Prefeitura que sabem onde tá o erro, deveriam ter avisado que seriam gastos mais de 800.000 reais e que nada adiantaria. Hoje, quando se fala sobre as baronesas e todo o mal que ocasionam, só se vê funcionários do Prefeito na defesa, mas, o que importa pra o resto da população, é o dinheiro que gastou e que teria dado para usar melhor, em coisas importantes para o povo e não só em praças. Não somos pombos para viver em praças e além do mais, temos que trabalhar para sustentar a família.

  5. Só vejo fala que o dinheiro da cidade root e de milhões cadê este dinheiro agora tão querendo fazer um hospital de campanha no lidinava só para lava dinheiro será que a empresa vai se a mesma do RJ porque na UP os respiradores que eu em São alugado de um médico cadê o que o governo mandou só estão pesado no dinheiro mais a casa vai cai a PF já tá em Salvador vcs vão passear logo logo para Juazeiro rebanho de chame xugas do dinheiro público

  6. Cadê a dona da prefeitura praticia ela não deixo colocaram a barreira no bico de preda a provisória aí está o resultado você falou que pagar as contas na prefeitura e vcs page esta
    arreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.