Após 43 dias internado com covid-19 em SP, prefeito Luiz de Deus retorna a Paulo Afonso

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 14 de janeiro de 2021 às 12:36




 

 

Após o tratamento em São Paulo para a Covid-19, o prefeito Luiz de Deus retornou ao município nesta quinta-feira (14). O gestor, que esteve internado 43 dias, deverá ter cautela no atendimento ao público, de acordo com ordens médicas.

 

“Passei esses dias longes fisicamente, mas estava sempre aqui de coração. O meu desejo era voltar logo para essa terra, para dar continuidade ao trabalho de perto. Mesmo trabalhando por videoconferência, não via a hora de estar aqui, respirando os ares da minha Paulo Afonso. Agradeço a todos que oraram pela recuperação da minha saúde e também a minha equipe e ao vice-prefeito Marcondes Francisco, que foi um grande parceiro na condução dos trabalhos”, diz o gestor.

 

De acordo com a chefe de gabinete, Maria da Saúde, a ordem médica é mantê-lo ainda sem visitas, concluindo a fisioterapia para fortalecer o organismo e assim iniciar a agenda. “Nesse primeiro momento a ordem é a suspensão total de visitas e atendimento ao público. Após a liberação médica, ele cumprirá a agenda. Portanto, pedimos a compreensão de todos”, explica Saúde.

 

As informações são da Assessoria de Comunicação




 



3 comentários em “Após 43 dias internado com covid-19 em SP, prefeito Luiz de Deus retorna a Paulo Afonso”

  1. Eu daria o nome do texto como:
    GOVERNADO POR ROBÔS.
    Paulo Afonso – Uma cidade administrada por carimbo

    Uma das maiores e mais importantes cidades da Bahia, com cerca de 140 mil habitantes, Paulo Afonso há mais de dois meses é administrada via carimbo.

    Antes e depois de reeleito, a ausência do prefeito da cidade (por motivo de saúde) foi substituída por uma assinatura eletrônica que roda nas mãos de secretários e assessores, estes, que substituíram os líderes do governo que estão em tratamento da Covid 19. Decretos, demissões e decisões estão sendo tomadas por um grupo, “mais perdido que cego em tiroteio”, resolvendo a vida dos pauloafonsinos com o tal carimbo.

    A situação da pandemia chegou ao limite máximo em nossa cidade, com 100% dos leitos de UTI ocupados e sem um plano eficiente de combate. Caos provocado pela Campanha eleitoral desregrada e a má gestão, e agora chega a fatura. Mas… já está quase resolvido (sic). Um Novo Decreto e tome carimbo do prefeito.

    O limite prudencial da folha está acima da média permitida – Lá vem decretos com demissões e outro carimbo. Nomeia todos os secretários e cargos de confiança – Carimbo neles.

    O mais esdrúxulo, é que muitas decisões urgentes e importantes estão aguardando o retorno do prefeito e de outro mandachuva que está afastado pela Covid, sabe-se lá quando. Nesses casos o Carimbaço não foi tão ousado, e a população terá de esperar um gestor de carne e osso.

    Será que a minoria que o elegeu, sabia que estava votando em um prefeito que faria sua gestão por controle remoto? Outra dúvida: Isso é Legal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.