Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Atualizada e retificada às 21:31


 


O incêndio ocorreu no início da noite desta quarta feira (10), na Avenida Eraldo Rocha, no Galpão de propriedade da empresária “Dorinha”, da Servilar. O galpão era utilizado como depósito de móveis e implementos agrícolas. Logo que ocorreram as primeiras chamas, a brigada de combate a incêndios do Corpo de Bombeiros foi acionada, por volta das 18h e20min, imediatamente também chegaram ao local, a polícia Militar e a Guarda Municipal auxiliando no isolamento da área e organização do trânsito e de muitos curiosos que estavam presentes.


Segundo informações dos bombeiros, o incêndio foi assustador, pois as labaredas chegaram a atingir aproximadamente 20 metros de altura, mesmo assim, eles ainda conseguiram arrombar os portões do galpão resolvendo parcialmente o problema. No entanto, a brigada ficou de mãos atadas, pois o município não cumpriu com a sua obrigação, que é a de deixar de prontidão, no mínimo dois carros pipas abastecidos, o que não aconteceu no momento mais crítico do incêndio. Somente depois de uma hora, a prefeitura mandou 5 caminhões pipa para o local, cada um com 8 mil litros de água.


Não houve vítimas, mas outra grande preocupação dos bombeiros e motivo de grande perigo era que o galpão estava localizado a pouco mais de 30 metros de um depósito de botijão de gás. Em entrevista ao repórter Francisco Sales, a gerente da loja Servilar, de nome Lúcia, não soube informar sobre as causas do incêndio e nem o valor do prejuízo.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.