25 de setembro de 2021

Em Paulo Afonso, nossas mulheres 

Por

FRANCISCO NERY JÚNIOR

FRANCISCO NERY JÚNIOR

Bravas mulheres brasileiras: 08 de março, Dia Internacional da Mulher

 

Em Paulo Afonso, nossas mulheres 

 

Elas têm o legítimo direito de não se deixar subjugar. Os homens, a parte forte apenas após nove meses de formação intensiva – na barriga delas. Fortes no físico, delas dependem para controlar as rédeas. Mulheres fortes têm sido fundamentais na vida e no desenvolvimento de consagrados líderes mundiais. Melhor quando elas são esses líderes. Basta, a título de ilustração, a citação de Ana Nery, Maria Quitéria, Joana D’Arc, Golda Meir e Ângela Merkel, para não falarmos de Maria, a mãe de Jesus. Quando a noção da superioridade dos homens for completamente apagada das nossas mentes, elas serão muito mais.

 

O professor Antônio Galdino publicou extensa matéria que narra a visita a Paulo Afonso da pioneira da aviação brasileira Ada Leda Rogato (1910 – 1986), primeira mulher a obter licença como paraquedista e a terceira a obter uma licença de piloto de avião no Brasil. Após um dos seus feitos, foi recebida de volta no Rio de Janeiro nada menos que por Santos Dumont. A matéria citada pode ser acessada na Folha Sertaneja do professor Galdino.

 

Em Paulo Afonso, nossas mulheres não ficam atrás. Temos duas delas na nossa Câmara Municipal, a “Irmã Lêda” e Evinha Oliveira. A última dá sinais de entender a função primordial do vereador de fiscalizar o Poder Executivo, além da atribuição de elaborar as nossas leis.

 

Tivemos várias mulheres guerreiras e comprometidas na nossa Câmara. A primeira delas, Dinalva Simões Tourinho, filha do saudoso, comprometido e leal fundador do Colégio Paulo Afonso, professor Enoch Pimentel. Ainda passaram por lá a doutora Francisca Siebert, de saudosíssima memória, e Vanessa Barbosa de Deus, altamente avaliada pelo professor Francisco Alves do IFBA de Paulo Afonso.

 

Temos um batalhão de professoras pacientes, dedicadas e comprometidas com o processo educacional a quem dedicamos o nosso carinho e o nosso agradecimento. Não teríamos espaço para citá-las todas. Outras heroínas poderíamos citar dos nossos hospitais, das forças de manutenção da ordem, das creches, das que nos ajudam nas nossas casas ou da turma que bravamente luta para manter a cidade limpa – que nós outros sujamos.

 

A todas elas, o nosso carinho e o nosso reconhecimento.

 

Francisco Nery Júnior 




 



WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!