Por

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

Em ofício enviado pelo Vereador Paulo Tatu ao Deputado Estadual Niltinho (PP), foi solicitado apoio para implantação do projeto que visa a disponibilização de bebedouros e comedouros públicos para os animais em situação de rua.

 

Para o vereador, a implantação dos objetos, que poderão ser fabricados por voluntários em uma execução com baixo custo, será fundamental pra reduzir os impactos sofridos pelos animais em situação de rua.




 

Foi solicitado, ainda, através do mesmo documento, o apoio do Deputado no que diz respeito ao início de tratativas, junto ao Governo do Estado, para viabilização de equipe de profissionais para realização de mutirão de castração, seguindo as exigências e regulamentações necessárias.

 

Em tempo, o vereador mais uma vez coloca o seu Gabinete à disposição da população que atua em defesa a causa animal, para discussão de ideias, projetos e tudo aquilo que seja benéfico aos animais.



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

18 respostas

  1. Prezado Vereador,

    A sua atitude é nobre , tudo que for feito para amenizar o sofrimento dos animais é válido. Porém, devemos dar prioridade a castração, pois com a reprodução desenfreada, logo não teremos condições de alimentá-los. O senhor poderia apresentar o projeto de lei na câmara destinando parte do orçamento da prefeitura , para que de fato haja o controle populacional, já que além de tudo, a causa animal é uma questão de saúde pública.

  2. Tem que tirar todos da rua e colocar em um abrigo que possa tratar e castrar. A intenção de ajudar é boa, mas é preciso urgente parar com o aumento de animais nas ruas.

  3. Parabéns ao vereador Paulo Tatu. Boa a ideia dos comedouros e bebedouros. Algumas pessoas sensíveis já colocam comida e água nas suas calçadas para os nossos pets de rua. Em Toulouse, na França, observei que todo mendigo tinha um cão de estimação ao lado. Como lá é proibido mendigar ( o doador pode, inclusive, responder legalmente se der esmola), o “mendigo” (geralmente pessoas na rua por problemas de drogas) fica com o cachorro ao lado. Então ele não é detido porque a cidade não tem como abrigar os cães dos mendigos. Essa foi a explicação que me deram na França. Lutar, Paulo, por um projeto amplo: abrigo com apoio e tratamento, vacinação, castração e programa de doação. Eles não pediram para ser domesticados. Nós que os domesticamos temos a obrigação de cuidar deles. Eles são dóceis e afáveis. Em Salvador, também observamos cães leais aos seus amigos mendigos dividindo com eles a miséria e o abandono pelos quais nós outros somos os responsáveis. Novamente, você está fazendo a coisa certa. Isso também é prova de desenvolvimento e civilidade. Se bobagem, somos dois bobos.

    1. Na França é outra cultura a população tem outro nivel de educação, entre tantos item de falta de educação do brasileiro e do povo de Paulo Afonso está em não coopera no combate a COVID-19, não tem leitos nem profissionais de saúde suficiente, mas a população continua saindo sem necessidade fazendo festas e aglomeração, uma grande falta de respeito com os que ja morreram principalmente com os profissionais da saúde. O que esse vereador tem que fazer junto com o MP, OAB e demais politicos é solicitar que a justiça faça cumprir o TAC assinado pela Prefeitura Municipal de Paulo Afonso,( espero que o Sr. Luiz de Deus não diga que a prefeitura não assinou como fez com o problema do Hospital NAIR), colocar bebedouros /comedouros nas ruas não é solução, pois esses animais tem que ser recolhidos e tratados em local adequado para evitar a proliferação de doenças.

  4. Desculpas Vereador Paulo Tuto. Mas na minha concepção não vejo um projeto com viabilidade favorável para os animais e tão pouco para nós populaçao, pois infelizmente

  5. Falta mesmo um projeto de capacitação profissional para com os cidadões de Paulo Afonso,temos muito trabalho nas usinas porém vem não de obra se fora,vamos cobrar que seja 70% da mão de obra local como em todas as outras cidades……..

  6. É louvável essa atitude do senhor vereador porém não é de total aplausos, porque o mais a ser feito com urgência nessa cidade é ter um local destinados para os animais de rua com profissionais capacitados para cuidar dos animais desde veterinários, cuidadores, vacinação, alimentação e claro o incentivo a adoção por pessoas responsáveis e que tenham um ambiente adequado para oferecer. Essa ideia de espalhar comedouros e bebedouros na cidade não é considerada a resolução do problema e sim ajudar a ter mais e mais animais nas ruas porque eles iram acostumarem a ir sempre aquele local. Tem que o senhor pedir para o prefeito conceder o dinheiro público para um espaço físico que cuide e abrigue os animais de rua que não são poucos, ter uma equipe que faça as buscas desses e acolhimento.

  7. Eu não tenho nada contra animais , agora vou citar um exemplo várias pessoas compram ração em um supermacado próximo a minha casa e colocam dentro de sacola plástica ia na minha calçada , na frente da minha casa as vezes não posso sair pq existe 5 até 10 cachorros deitados e quando minhas filhas tem que fazer algo na rua eles ficam lá , alguns ficam até grunindo, outros saem com medo , fora a quantidade de carrapatos que tiro quase que diariamente das paredes da garagem daí pergunto isso estar certo ? Pq mesmo
    Gostando de animais como minha casa é pequena não posso criar pq entendo que precisam de espaço e mesmos sim eu sou penalizada pq várias pessoas criam e deixam na rua e outros “ anjos” como se denominam jogam a ração lá e eu que me ferre com minha família . Lugar desses animais seriam um abrigo e não nas ruas

  8. É a pauta popular atual. Não vejo ninguém, nenhum vereador preocupado com os moradores de rua, não existe uma ação para ajudar essas pessoas. Mas é bonitinho cuidar dos animais de rua que se proliferam e espalham fezes e doenças pelas calçadas. Vão procurar o q fazer.

  9. o prefeito de Paulo Afonso nao abraça a causa animal cadê a justiça pra cobrar da prefeitura castração pra esses animais de rua o prefeito está gaga sem noção

  10. Que Maravilha! Estamos juntos conte conosco aqui no btn tem muitos animais que sofrem esse desprezo poucos para ajudar mas Unidos podemos mais pois tem gente cheia de vontade de ajudar esses inocentes mais tudo é muito custuoso quando o assunto é animais em situação de abandono. Pois além da fome e sede eles sofrem com doenças de pele. Parasitas, doenças viral entre outros. Ajudamos uns no que podemos mais o assunto exige uma política fortemente voltada em prol deles , com perseverança , persistência e fé. Não desista por favor. Nos chame nas redes sociais vamos acompanhar suas notificações.

  11. Acho que seria viável retirá-los das ruas. Além de minimizar o sofrimento dos animais, ainda contribui para uma cidade mais limpa. Percebe-se que há uma baixa higiente devida a quantidade de fezes espallhadas desses animais espalhadas por vários lugares. Uma questão de saúde pública. Obrigado !

  12. É triste a situação desses animais, mas Paulo Afonso parece um chiqueiro. Você anda pelas calçadas e só vê fezes. Preocupante !

  13. Terá meu apoio se tirar esses pobre animais das ruas. Na apolônio, você vê vários andando pra lá e pra cá, todos sujos. Triste !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.