Por

Ivone Lima ([email protected] / pa4.com.br)

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Agência do Banco do Brasil localizada na Praça Abdon Senna, no centro de Paulo Afonso (Crédito: Reprodução Google Maps)
Agência do Banco do Brasil localizada na Praça Abdon Senna, no centro de Paulo Afonso (Crédito: Reprodução Google Maps)

 

Marcos Antônio de Oliveira é o gerente geral da Agência Paulo Afonso do Banco do Brasil, nesta manhã, concedeu entrevista ao programa ‘Radar 89’, da Delmiro FM, para alertar à população – aqui e nas demais regiões, sobre as novas ‘técnicas’ que criminosos veem utilizando para roubar clientes quer nas agências bancárias ou nos caixas eletrônicos: a troca de cartão.

 

“Eles abordam principalmente os idosos, nas salas de atendimento do Banco do Brasil e de toda região, eles chegam, conversam com a vítima, e neste artifício trocam os cartões, a polícia já está avisada”, explica Marcos.

 

14947717_1095920143859321_3770669508597019216_n
Marcos Antônio de Oliveira é o gerente geral da Agência do Banco do Brasil de Paulo Afonso (Foto: Ivone Lima Site Ozildo Alves)

Esse estranho aproveita-se do fato do cliente não saber retirar o dinheiro e com as senhas da pessoa, troca os cartões rapidamente. “A pessoa que aceita ajuda de um estranho é o mesmo que abrir a porta da sua casa para o bandido”, alerta o gerente.

 

Marcos explica que, uma vez que o cliente entrega a senha, o banco não ressarça, e inevitavelmente ficará no prejuízo. “Senhas e cartões para terceiros os bancos não devolvem, não sofram este golpe, nós estamos falando aqui porque está muito forte esse tipo de golpe, de Garanhuns até Petrolina (PE), e nesta região”, disse.

 

Marcos disse ainda que, mesmo aquando se avisa a polícia, os bandidos são muito rápidos, e que mais seguro é que os idosos ou quem não saiba sacar valores nos caixas venham para as agências a partir das 9h.

 

“Na medida do possível, em determinas horários e especialmente nos fins de semana não vir sozinhos ao banco, acontece muito, às vezes a pessoa que roubada só descobre o golpe um, dois meses depois quando precisa novamente usar o cartão e ver que a senha não bate”, explicou.

Ao final, Marcos lembrou que só neste fim de semana três pessoas foram roubadas em Paulo Afonso.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

3 respostas

  1. Simples, Senhor gerente, coloque seus funcionários para trabalhar. É constante, atendentes fazendo trabalho “interno” ao invés de estar auxiliando os clientes.

    1. Concordo !! Não há funcionarios BB par auxiliar pessoas na hora do saque.
      OUTRO PROBLEMA GRAVE; PESSOAS PEDINDO ESMOLAS SENTADOS NO CHÃO DENTRO DAS AGÊNCIAS BB E CAIXA ECONÔMICA ,NOS FINAIS SE SEMANA,. A pergunta é: Não há câmera de monitoramento? Não há segurança interna?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.