1 de agosto de 2021

Sindicato diz que professores não vão voltar às aulas na Bahia e Rui Costa cita corte de salário

Por

Redação (pa4.com.br), com g1ba

Governador Rui Costa afirmou que professores que faltarem ao trabalho terão corte no pagamento da remuneração — Foto: Reprodução/TV Bahia

 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira, afirmou nesta quarta-feira (14) que a categoria não vai retornar às salas de aula neste mês de julho. Já o governador do estado, Rui Costa, informou, também nesta quarta, que quem não retornar às salas, na modalidade semipresencial, terá corte salarial dos dias não trabalhados.

O governador reafirmou que as aulas semipresenciais serão retomadas em 26 de julho e acrescentou que os servidores que não cumprirem a carga horária definida será penalizado com a não remuneração, como qualquer trabalhador que falte ao posto de trabalho.

“Se você faltar [o trabalho] dias seguidos e não justificar, você não receberá o salário e eventualmente poderá ser demitido. No caso do servidor público, ele precisa faltar 30 dias seguidos para eventualmente responder um processo administrativo por abandono de emprego e não ter mais o seu emprego”, disse o governador.
Rui Oliveira, do sindicato dos professores, diz que a volta não vai acontecer ainda este mês pela falta de imunização completa dos professores.

Segundo Oliveira, a decisão de retomada foi unilateral e os professores definiram que só irão retornar às salas de aula quando todos tiverem completado o calendário vacinal, o que não deve ocorrer no período definido para a volta às escolas.

“Para minha surpresa, de forma unilateral, é comunicado que nós vamos ter que dar aulas. Mas não vai acontecer porque nós temos uma decisão da categoria de só voltarmos com aulas presenciais depois de estamos imunizados com a primeira e segunda dose. E só vai concluir esse processo, no mais tardar, na primeira quinzena de agosto”, disse o professor.
O governador, no entanto, diz que muitos professores já receberam a segunda dose da vacina e a categoria reuniu condições que outras não tiveram – que é retornar aos trabalhos com pelo menos a primeira dose do imunizante.

“É preciso ter sensibilidade e prioridade com a educação. Então dia 26 as aulas retornam e a partir daí serão contabilizadas as presenças para, evidentemente, implicar na remuneração dos professores que serão remunerados pelos dias que derem aula. Assim como todo trabalhador é remunerado com os dias que comparece ao seu trabalho”, detalhou o governador.

Previsão de 100% de imunizados

Rui Costa também comentou sobre a aquisição da vacina russa Sputnik V, que, segundo ele, tem previsão de chegar na Bahia em 20 dias. O governador afirmou que 300 mil doses devem ser enviadas ao estado, das 10 milhões que foram compradas.

Com os imunizantes já no estado, a previsão do governo é que sejam definidas de quatro a seis cidades para ter toda a população adulta vacinada para fazer uma espécie de “teste” de como serão os efeitos de ter todo um município imunizado.

“A Anvisa estipulou 28 obstáculos para que colocássemos a vacina aqui no Brasil. A expectativa é que em torno de 15 dias a vacina esteja na Bahia. São 300 mil doses de um total de 10 milhões que nós compramos. Assim que chegarem, vamos definir quatro ou seis cidades, no máximo, para completar em 100% a imunização das pessoas acima de 18 anos. Para ter um efeito demonstração rápido para conferir a eficácia e eficiência da vacina”, declarou.

A expectativa do governador também é que, com a chegada da vacina russa, todo o público em condições de vacinação seja imunizado até o mês de outubro ou novembro.

“Com a Sputnik, posso avaliar que em outubro estaremos com 100% do público-alvo vacinado. E estamos trabalhando para isso, para acelerar. Vamos aplicar essas cidades no raio máximo de 100 km de Salvador para facilitar a logística, o monitoramento, dar celeridade para que possamos receber as 10 milhões de doses o mais rápido possível e garantir a imunização”, concluiu.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 21

  1. Neuza says:

    Na verdade sempre vão continuar com desculpas para não retornar pois, querem continuar a receber sem trabalhar e não estão nem aí para os alunos menos favorecidos

    • Se liga! says:

      Está culpando as pessoas erradas, trabalhar sem segurança não é trabalho, sim exploração e tratando nesse caso específico da pandemia seria um genocídio!

      • Roberta says:

        Esse argumento não justifica, tem que voltar a trabalhar mesmo pois os motoristas de ônibus, cobradores, motoboys, funcionários de supermercados entre tantos outros que tem contato com um fluxo gigantesco de pessoas diariamente não pararam.

      • Marluce says:

        Se liga você, ela tá certíssima e as pessoas de bem não caem mais nessa ladainha de genocídio pois o covid é uma pandemia e não exclusividade do Brasil, vira o disco

    • Professor says:

      Muita gente falando bobagem, provavelmente porque não tem capacidade de passar em um concurso público… Chama-se inveja.
      Queremos voltar a trabalhar presencialmente sim, mas não somos irresponsáveis. A grande maioria não deixou de dar aulas, mesmo on-line, e estamos desde o começo do ano dando aulas assim no estado, e não pedimos isso, foi o governo quem determinou… E o acertado era retornar com níveis baixos de Covid… estamos com a UTI aqui em 100% de ocupação.
      Aí eu, por exemplo, trabalho bastante, tenho 3 empregos… pra vir um ignorante aqui me chamar de preguiçoso, de folgado? Vai te catar!
      Não temos culpa se as pessoas trabalham para patrões que sugam e não se importam com a saúde de seus funcionários… aí vem uns analfabetos falando em justa causa, em cortar salário… vão estudar, vão se informar! A greve é um direito! Sindicato serve para isso!
      E outra: Os alunos também tem que ser vacinados! Eles também morrem! Eles também levam contaminação para seus familiares! E não digam que não nos importamos com nossos alunos, vcs não estão na nossa pele, nem acompanham nosso dia-a-dia! O que tem é muito pai querendo se livrar dos filhos, empurrar pra escola de qualquer jeito… Participem mais da educação de seus filhos, oras! Mas antes, se eduquem também.

  2. Cícera says:

    Já está bom voltarem para as salas de aula e pararem de receber sem trabalhar

  3. Lia says:

    Quem não voltar a trabalhar tem que cortar o salário mesmo, muito bem

  4. Marcela M. F. says:

    Esse pra é um ditador! Parece um fantasma cheio de maquiagem. Fantasma do covid 19. Tenha um pouquinho de sensatez e esqueça carnaval em 2022! A Bahia não tem estrutura para suportar uma 4* onda. Irresponsável!

  5. Clara says:

    Tem que voltar às aulas presenciais mesmo e pararem de desculpas pois, as vacinas para os professores já estão aí e chega de receberem sem trabalhar pois, muitos alunos que não tem acesso ao online estão sendo prejudicados

  6. Jefferson says:

    Quero ver agora os professores fazerem manifestação contra o Rui Costa.kkkkkkkk já era p ter cortado o salário faz tempo. Tanto tempo sem trabalhar

  7. Revoltado says:

    As escolas privadas continuaram com as aulas mesmo na e pandemia através do ensino online. Agora se o governador não dá as condições mínimas para que isso aconteça na rede pública é diferente; Agora quer cantar de galo usando o povo de cobaia!

  8. Antonio says:

    parabens governador bote moral nessa cambada de preguiçosos querem ganhar sem trabalhar. Querem ficar sem fazer nada e recebendo o salario é muita folga

  9. Observando says:

    Alguém está usando um programa para manipular os resultados da enquete pois na madrugada o não começou a aumentar rapidamente com mais de 500 votos por minuto o que seria impossível ainda mais no referido horário e ultrapassou 20 mil votos em uma hora na enquete de volta as aulas que começou ontem

    • Cidadã says:

      É verdade estão usando algum programa pois na enquete o sim estava ganhando com boa vantagem e em menos de 24h o não já ultrapassou mais de 300 mil votos, até nisso a militância enrola

  10. Carlos Lantyer says:

    Sou contra, a volta das aulas. Ainda não é a hora. Não se trata de receber, sem trabalhar. Trata-se de uma decisão unilateral e autoritária, que pode transformar-se em uma grande tragédia. Para voltar, os professores, alunos e demais funcionários, precisam estar imunizados, na 1ª e 2ª dose. A chegada da vacina sputinik (300 mil doses), está muito longe de resolver a questão. Comunista, é assim. Passa por cima de tudo. Faz o que quer. Ora, o Governo Federal já mandou mais de 8 milhões de doses, para a Bahia. E vem mais vacina, por aí.
    Enfim, venho manifestar minha indignação, quanto ao fato de que, durante mais de 60 anos, professores e alunos esquerdistas, vem mentindo, informando falsamente, que Cuba tem uma educação de ponta. Eta, que mentira, que lorota boa. O salário do professor em Cuba, é de apenas US$ 25,00, que equivale a bagatela de R$ 125,00.
    Em Cuba, o professor passa fome, pois o salário mensal é de apenas R$125,00. Não dá para comprar comida, roupa e sapato, para toda família. Os comunistas baianos, deveriam pedir desculpas ao povo de Paulo Afonso e da Bahia, por terem mentido tanto, além de demonstrarem uma total falta de empatia, para com os professores, que foram escravizados, pela ditadura comunista de Cuba.
    VIVA CUBA LIVRE E ABAIXO DA DITADURA COMUNISTA.
    BRASIL ACIMA DE TUDO E DEUS ACIMA DE TUDO.
    DEUS, NOS LIVRE DO DIABÓLICO COMUNISMO.

  11. DOIDO DO PÃO says:

    Corte salário e em caso de persistência… JUSTA CAUSA!

    Bota gente que queira trabalhar

    O que mais tem é criança nas ruas, condomínios e sendo aliciado pelo tráfico.

    Lugar de criança é na escola!!!!!!!!

    Professor militante que só vive em bar e praias, merece é JUSTA CAUSA.

  12. Margarida says:

    O governador está certíssimo, as vacinas já estão aí já chega de desculpas e só recebe quem trabalha se o funcionário quer optar por não trabalhar então não recebe, tem que cortar o salário mesmo

  13. Cris Dias says:

    Aí o governador começa a ganhar pontos. Parabéns governador. Segue o normal, quem trabalha recebe, simples assim. É quem quiser ficar em casa, sinta-se a vontade.

  14. Jefferson says:

    Quero ver os professores chamarem Rui Costa de genocida.kkkkkkkkkk.

  15. Marluce says:

    Pelo menos uma coisa boa que esse governador vai fazer em todo o mandato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!