Rodelas (BA): “Irregularidades insanáveis”, diz MPE ao pedir indeferimento da candidatura de Emanuel

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 15 de outubro de 2020 às 17:46




 

 

O Ministério Público Eleitoral da Bahia pediu, nesta quinta-feira (15), o indeferimento do registro de candidatura do candidato a prefeito de Rodelas (BA), EMANUEL RODRIGUES FERREIRA, que tenta voltar a ocupar a cadeira do executivo.

 

A decisão do MP Eleitoral em impugnar a candidatura de Emanuel se deu pelo fato do pretenso candidato, além de “responder a vários processos criminais perante a Justiça Federal de Paulo Afonso-BA, também ter as contas relativas aos exercícios de 2011, 2012 e 2014 desaprovadas pelo Tribunal de Contas da Bahia, em face de irregularidades graves e insanáveis, que caracterizam ato doloso de improbidade administrativa – cenário que atrai a incidência da causa de inelegibilidade.”, diz em seu parecer o promotor Leonardo Bitencourt, autor do relatório.

 

O promotor afirma ainda que as 03 (três) contas dos anos 2011, 2012 e 2014, comprovam irregularidades e ostentaram natureza insanável, se enquadrando como ato doloso de improbidade administrativa.

 

“Observa-se pelo site do TCM/BA ainda que, apesar da interposição de recursos de reconsideração, todos os parecer prévios foram mantidos, consoante documentos anexos, não havendo notícia acerca da suspensão/anulação dos seus efeitos por decisão do Poder Judiciário.”

Finaliza o seu parecer recomendando: “Pelos motivos expendidos, o MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL pede, após a oportunidade de defesa pelo Requerente, prevista no art. 36 da citada Resolução, que seja reconhecida causa de inelegibilidade suscitada e, consequentemente, o INDEFERIMENTO do requerimento de registro de candidatura de EMANUEL RODRIGUES FERREIRA ao cargo de Prefeito de Rodelas-BA.”

 

Veja  o documento na integra:




 









Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.