Por

[email protected] (www.pa4.com.br) com informações da PRF BA

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

15039479_1343887888968967_1456494699626338709_o

 

A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal na Bahia está realizando Operações com objetivo de intensificar a fiscalização de motocicletas, prevenindo acidentes de trânsito, ações criminosas e cometimentos de infrações, principalmente envolvendo veículos de duas rodas. A quinta etapa da Operação Cavalo de Aço de 2016 foi realizada nesta quarta-feira (16), ao longo da BR 110, mais precisamente nos municípios baianos de Paulo Afonso, Ribeiro do Pombal, Jeremoabo e Cícero Dantas.

 

A escolha da PRF para o local de desencadeamento de Operações Temáticas, como a Operação Cavalo de Aço, é baseada em estudos estatísticos que definem locais e horários para sua realização.

 

O crescente número de motocicletas em circulação no trânsito das cidades brasileiras tem sido acompanhado pelo de acidentes envolvendo este tipo de veículo. Na década passada, entre 1996 e 2011, o número de óbitos em acidente de trânsito envolvendo motocicletas aumentou 932,1%, segundo o Mapa da Violência no Brasil 2013 – Acidentes de trânsito e motocicletas.

 

Durante o dia de execução das atividades, foram fiscalizados 205 veículos e 246 pessoas. Foram 78 autos de infrações lavrados por diversas irregularidades, com destaque o grande número de condutores de motocicletas que não possuíam habilitação, motos sem o devido licenciamento e com irregularidades nos equipamentos obrigatórios. 14 motocicletas foram apreendidas e recolhidas por diversos motivos. 71 condutores submeteram-se ao teste de etilômetro.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Uma resposta

  1. Ou seja arrecadação de dinheiro para os cofres do governo, melhorar as estradas ninguém se disponibiliza agora extorquir o povo cobrando taxas milaborantes da população é mais fácil. Se o governo tivesse tão preocupado com seu povo não lançaria essas emendas inconstitucionais que estão sendo impostas, o governo só se preocupa com seus interesses e o povo que se dane!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.