1 de agosto de 2021

Presidente da APLB de Paulo Afonso detona Rui: “Atitude do governador é extremamente lamentável, repugnante”

Por

Redação (pa4.com.br)

 

A professora Esmeralda Patriota, presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Educação do Estado da Bahia, regional de Paulo Afonso  (APLB-BA) afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta-feira (15), que o retorno das aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino está condicionado à imunização dos educadores contra a Covid-19.

“Lamentamos o anúncio do governador Rui Costa determinando, de forma arbitrária, o retorno das aulas presenciais sem o avanço da imunização entre os profissionais da educação para garantir maior segurança a todos que dependem da rede pública de ensino”, escreveu na postagem junto com o vídeo

Na noite da última terça-feira (13), o  governador Rui Costa (PT) anunciou o retorno das aulas de forma semipresenciais a partir do dia 26 de julho. No dia seguinte, Rui afirmou, em entrevista ao Jornal da Manhã, da TV Bahia, que os professores que não retornarem às salas de aula a partir do dia 26 de julho terão o salário cortado, além de ameaçar retirar o kit alimentação dos alunos que não comparecerem.

A atitude do governador revoltou Esmeralda APLB, classificando-a como repugnante: “A atitude do governador é extremamente lamentável, repugnante. Temos a nossa posição firme de que não podemos voltar sem o ambiente com segurança de acordo com os protocolos previstos. Ainda não tomamos a 2ª dose.

De acordo com a presidente, a categoria não pretende retornar, mesmo após as ameaças do governador: “Ameaçar retirar o kit alimentação de estudantes, de muitos que não têm quase nada, retirar sob isso?, vidas importam!, e não vamos recuar. Não voltaremos sem a imunização e o ambiente com todos os protocolos determinados pela Organização Mundial da Saúde no seu guia de protocolos. Não voltaremos.”

Nesta sexta feira, 16, a entidade representativa convocou todos os professores para uma Reunião, de forma remota, a partir das 10h, para discutir o assunto. “A APLB-Sindicato convoca todos os trabalhadores e trabalhadoras em Educação do Estado da Bahia (Rede Estadual e Municipais) para participar da Reunião Ampliada da Educação que acontece nesta sexta (16/07), às 10h, de forma virtual, ao vivo, pelo canal do Youtube e Facebook da entidade.”

O objetivo é deliberar sobre a manutenção da decisão de retorno às aulas presenciais somente após a imunização da categoria, com a aplicação da 1ª e 2ª dose da vacina contra o coronavírus.

 

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 18

  1. Carlos Lantyer says:

    Só falam na imunização dos profissionais da educação. E os alunos e os estudantes? Vão ser imunizados também? Vejam, como é arbitrária e autoritária, a decisão de Rui Costa. Correria, chegou a ameaçar cortar o salário dos professores e o kit alimentação dos estudantes. Por isto, é que ficam elogiando a ditadura comunista de Cuba.
    E ainda, ficam difamando nosso presidente, chamando-o injustamente de genocida. Não, Bolsonaro não é genocida, não. O Governo Federal, já enviou 9,6 milhões de doses de vacina, para a Bahia. Já, o consórcio nordeste, não enviou uma única dose, para nossa Bahia. Estão dizendo que vem por aí, 300 mil doses da vacina sputinik. É mais uma briguinha de mentirinha. No ano que vem, estarão todos juntos.
    VIVA CUBA LIVRE. ABAIXO A DITADURA COMUNISTA.
    PELA LIBERTAÇÃO DO POVO CUBANO, DA ESCRAVIDÃO COMUNISTA.
    BRASIL ACIMA DE TUDO E DEUS ACIMA DE TODOS.
    QUE DEUS, NOS LIVRE DO DIABÓLICO COMUNISMO.

    • Olinad says:

      Quanta besteira em um poste só…. Nossa. Tem que voltar às aulas sim… E esses mesmos alunos que não tão imunizado como todos que ainda não estão é culpa do presidente sim, que deixou os outros a quererem propina nas compras da vacina… Sem falar que nada fez para combater a covid19…. Gado é sempre gado. Kkkkkkkk

      • Roberta says:

        Tem que ser muito bobo para acreditar nessa conversa de propina em uma compra que nem foi realizada e que não foi pago nem um real. Portanto, não houve compra e o pior de tudo é que tem muito otário que leva a sério essa CPI do circo liderada por bandidos investigados por corrupção e desvios na saúde entre tantos outros crimes e que tentam tirar o foco de si

  2. Olinad says:

    Enquanto não querem voltar às aulas… Vejo muitas mães em bares com até crianças, muitos indo à aulas de reforço em outras casas, professores dando aula em um só turno para duas turmas e recebendo o mesmo salário integral, como é que vão querer voltar assim? Trabalha pouco e ganha o mesmo salário. Muitos outros estados já faz é tempão que tá com modelo de aulas hidribos… Só aqui na Bahia que não querem voltar às aulas..

  3. Maria says:

    O governador está mais que certo

  4. Bruto says:

    Normalmente funcionários públicos gostam de receber sem ter que trabalhar, queria ver se ela teria coragem de trabalhar de verdade, ser sustentada pelo próprio suor sem ser pela custa do estado. Essas vacinas experimentais não trás imunização, é só pesquisar no próprio site do fabricante. então deixa de coisa e vá trabalhar! Não basta ser funcionário público que ganha se ficar em casa, agora isso, muito fácil para essa senhora, queria ver se fosse viver as custas dela mesmo, tivesse que ralar para comprar a própria comida e não o estado que desse. vai trabalhar cambada de preguiçosos. ..

    • Lúcido says:

      Preguiçoso é teu …, … Ninguém está sem trabalhar não…procura se informar… Se tem inveja de funcionário público estuda mais, pra ver se tu passa… Deve ser um peão que o patrão força a trabalhar, aí quer que os outros se ferrem também…

  5. Cidadã says:

    Lamentável é continuar com desculpas para não voltar e não pensar nos alunos onde grande parte não tem nem acesso a internet para continuar online

    • Anônimo says:

      Há quem.prefira seu filho morto que estudando.em.casa, fazendo alguns pais e maes terem mais responsabilidades.

      • Cidadã says:

        Tão responsáveis que as crianças não podem ir à escola mas podem estar soltas na rua, em supermercados, lojas, festas, viagens etc… invente outra desculpa”anônimo”, que essa não colou

  6. Cícera says:

    Parabéns governador

  7. W. Sousa says:

    Os professores podem : ir aos supermercados lotados, lojas lotadas, bares, restaurantes, viagens, baladas etc. Mais não podem voltar a sala de aula?

  8. Neuza says:

    Deixem de conversa fiada pois, quando estão viajando e fazendo excursões ou batendo perna pelas chácaras, aniversários, bares etc, ninguém lembra de pandemia mas, basta falar em voltar a trabalhar que lembram que ela existe, isso sim é lamentável e repugnante

  9. Olinad says:

    Rapaz em Sergipe e em Delmiro Gouveia aqui pertinho o sistema híbrido já tá em execução desde do começo do ano, tá certo que é em escolas particulares, mas ninguém viu falar em aumento de casos nem de alunos, e nem de professores…. Tem que voltar às aulas sim, se começar aparecerem casos é só voltar o sistema online….

  10. Anônimo says:

    O governador deve é demitir esses bando preguiçosos , , que querem receber o seu salário sem trabalhar , acham pouco ficarem em casa há um ano e meio , sem trabalhar e recebendo o salario, e os alunos sendo prejudicados em seus estudos

  11. Espindola says:

    Tem que voltar , com toda certeza.

  12. Marluce says:

    Pelo menos uma coisa boa que esse governador vai fazer em todo o mandato

  13. Observando says:

    Ainda não saíram pelas ruas protestando contra o governador? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!