Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

A Prefeitura de Paulo Afonso prorrogou mais uma vez a suspensão das aulas no município, dessa vez até 17 de dezembro. O novo decreto foi publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (19), e foi estabelecido em decorrência da atual situação de emergência devido a pandemia do novo coronavírus.

 

Objetivando minimizar os danos aos alunos durante o período de suspensão das aulas a Secretaria de Educação adotou o método on-line de ensino desde o dia 18 de maio.

 

As aulas da rede pública e privada foram suspensas no dia 20 de março quando foi reconhecido no município o Estado de Emergência em Saúde Pública, sendo prorrogadas várias vezes pelo prefeito Luiz de Deus.



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

8 respostas

  1. Gestão hipócrita! Para a realização de caminhadas e comícios no período eleitoral não existia a procuração. Esse prefeito não me representa!

  2. carreata e comicio na politica pode. Agora estudar não pode. Esses chineses deveriam ser punidos criaram um virus para acabar com a paz e o sucesso das pessoas no mundo inteiro. desgraçados

  3. Durante a eleição não tinha CORONA. Mas, para colocar as crianças para estudar e terem um futuro melhor o CORONA voltou.
    O governo municipal e estadual são uma piada pronta!

  4. Engraçado que as passeatas lotadas de gente que passavam aqui na rua de casa não tinha risco de espalhar o vírus, aí agora que as eleições acabaram a pandemia voltou foi? Isso é uma piada.

  5. Na verdade isso é uma grande economia pra prefeitura
    Merenda
    Transporte
    Energia
    Água
    Material escolar
    Quem está consumindo?
    O dinheiro economizado?
    Quem lucra?
    Até a Internet , computador, celular, energia sai do bolso do professor.
    Nós pais temos que cobrar uma posição e acabar com isso. Na verdade ninguém tá estudando, enganação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.