20 de setembro de 2021

Por que mudar a ordem institucional – ruptura e golpe (Francisco Nery Júnior)

Por

Redação (pa4.com.br)

Foto: Internet

 

Que o Brasil é ingovernável, já sabemos. Vivemos um presidencialismo onde o parlamento detém bastante poder sem estarmos no parlamentarismo. Seria o caso de citarmos o famoso jeitinho brasileiro. Preterido pelo presidencialismo mantido em plebiscito, deu-se um jeito de termos, de fato, um parlamentarismo disfarçado. Donde a crise endêmica em que vivemos. Parlamentarismo desajeitado, instável, disfarçado, sem controle efetivo, panela em que muitos mexem, sem regras estabelecidas e testadas em outros países, torna o Brasil ingovernável e sem chance de desenvolvimento.

Daí as reações, nervosismo, brigas e desentendimentos dos nossos líderes. Se a maioria dos que têm alguma responsabilidade cidadã concorda com o que acabamos de expor, podemos entender por que Jair Bolsonaro goza de uma tolerância inexplicável. Irritado e nervoso, presidente sem poder presidir e governar, sem margem de planejamento devida a um orçamento excessivamente impositivo, nosso presidente mostra-se errático, às vezes irracional e, sem exagero, suicida. Sem os ímpetos de irracionalidade que tem demonstrado, viria a ser reeleito com boa margem de segurança em 2022.

A bíblia afirma que o sábio perseguido faz bobagens. Seria o caso de Jair Bolsonaro? Retido e amarrado no emaranhado de normas e leis, impossibilitado de entregar o que prometeu, o presidente vai perdendo a cabeça e entregando o ouro aos adversários.

Propagam-se as manifestações para o Sete de Setembro. Com fuzis ou sem fuzis, com garantia da lei ou sem ela, com suporte das instituições ou não, sem a intervenção das forças armadas ou com o seu desconforto, com um pequeno grupo de protestantes ou com a concordância tácita de uma pretensa maioria silenciosa, elas prometem galvanizar a vontade popular para uma tomada de posição.

Almejariam essas manifestações a ruptura da ordem institucional vigente? Nela veriam os insatisfeitos o único caminho para a quebra do impasse que parece ter-se estabelecido na vida nacional? Vislumbrariam assim o único caminho para um grande salto para a frente; o despertar do Brasil do sono esplêndido – que custa acontecer?

Embora convivamos com ditaduras, governos fortes e endurecimentos recentes em alguns países, não é previsível um golpe militar no Brasil atual. Ficaria difícil explicar uma intervenção militar sem que haja a quebra total da ordem interna.

Melhor pensarmos, nós outros que trabalhamos e desejamos um Brasil desenvolvido, sem miséria e sem privilégios; melhor nos concentrarmos na busca de mudanças radicais que possam evitar o dissabor do estabelecimento de um regime de força. Carece pressionar e exigir responsabilidade e comprometimento de quem detém alguma fatia de poder no país. Importa que essas pessoas se despojem do egoísmo e do desprezo pelos mais pobres; que deem o exemplo e comecem pelo corte na própria carne.

Antes que seja tarde demais.

Francisco Nery Júnior

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 15

  1. Observando says:

    Infelizmente não há independência entre os poderes pois, o judiciário através do supremo interfere a todo o momento no executivo e legislativo, governando e legislando sendo que, são atribuições que não lhe cabem

  2. Clara says:

    Estamos vivendo a ditadura da toga onde ministros indicados querem governar sem ter sido eleitos e, tem proibido a livre manifestação por parte da imprensa e do povo, cujo direito é garantido pela constituição que vem sendo rasgada

    • Lampião Baiano says:

      O judiciário está intervindo por que o atual presidente já se acha o dono do Brasil e quer atropelar as leis. Por exemplo, a lei manda todo governante zelar pela vida de cada cidadão e o presidente preferiu atuar como médico indicando Cloroquina e Ivermectinia na pandemia. Isso é charlatanismo. Isso é crime. Esta no artigo 283 do código penal: “Inculcar ou anunciar cura por meio secreto ou infalível”. Não vou nem citar rachadinha e vacinas fantasmas para não estender muito.

      • Janeide says:

        Quanta contradição defender o desrespeito do judiciário que não está respeitado a independência dos poderes e vem atropelando as leis só para defender seu viés político. Sobre rachadinhas existem desde sempre e em todos os partidos do Brasil, pesquise mais sobre. Já as vacinas estão aí pois todos que se vacinaram foram com vacinas compradas pelo governo federal pois nenhum estado ou município comprou vacina alguma.

      • Clara says:

        É sério que você está defendendo as intervenções do judiciário no executivo e legislativo? Já ouviu falar na independência dos poderes? Recomendo que pesquise mais a respeito.

  3. Anônimo says:

    Francisco Nery , você foi muito feliz em suas observações , o que está acontecendo no Brasil , vai ficar pra história , o Brasil ter um Presidente , que até agora ,não foi comprovado nenhuma falcatrua , praticado por ele , não poder governar , desde o inicio do seu Governo por culpa STF e pelo Congresso , tem que ter, muita paciência ou sangue de barata , para aguentar tanta paulada , nas costas ,e ficar inerte , sem nenhuma reação , é só observar o que Bolsonaro tem feito pelo Brasil , terminar tantas obras , que ficaram paradas durante muitos anos , e não ser reconhecido , por alguns impatriotas , que só querem levar vantagem do dinheiro Público e Bolsonaro , não permite , por esse e outros motivos , que o Presidente é muito odiado pela classe política tradicionais , vejam quantos Governadores estão do seu lado , acho , que se tiver ,um ou dois , é o máximo , é assim que eu vejo e muitos Brasileiros honestos e
    trabalhadores como você , parabéns amigo ,pela sua reportagem , sem paixão política , mas vendo os fatos . pela razão

    • Lampião Baiano says:

      Criticar uma decisão do supremo todo brasileiro tem essa liberdade de expressão. Porem, gravar vídeo ensinado como invadir o Supremo e quebrar a cabeça de quem estiver na frente com uma taco de basebol é uma ameaça. Isso é crime. Por isso Roberto Jefferson e está preso. General Mourão e General Santos Cruz concordam que a decisão foi correta da justiça, até por que toda investigação vem sendo feita pela Policia Federal.

    • Lampião Baiano says:

      Não comprova falcatrua? Entre várias vou citar somente a compra de vacinas fantasma. Mas se você falar: “Ah. Mas Bolsonaro não sabia”. Desta forma vou pensar que você vai está automaticamente considerando Lula também inocente. Faz sentido?

  4. Carlos says:

    Dia 07.. Novamente gritaremos ” independência ou morte ” so n vai ser nas margens do Rio Ipiranga e sim em todo País… Estarei la tb..

    • Lampião Baiano says:

      Todo país ter manifestação acho difícil. A ideia da organização é juntar o máximo de pessoas em Brasília e em São Paulo por que as manifestações bolsonaristas espalhadas pelo Brasil estavam sendo um fiasco. Inclusive estavam pegando fotos de 2014 e dizendo que eram de agora. Quem guenta com as fake News bolsonaristas? (rs!) Ah! Sejam mais originais. Sugiro trocar o “independência ou morte” por “Fake News ou ditadura”. Acho que fica mais original. Boa viagem e lembranças a Febraban.

  5. Lampião Baiano says:

    Olá, Professor Nery! Respeito sua opinião, mas não concordo. O Brasil é governável, sim. FHC, Lula e Dilma foram eleitos e reeleitos com méritos. FHC fez um bom trabalho na economia, Lula deu prosseguimento ao que FHC iniciou, gerando emprego, investindo em educação, combatendo a fome… Pegou uma ilustre desconhecida chamada Dilma Rousseff e a elegeu e reelegeu presidente. Quanto a corrupção é preciso termos leis mais severa. Repare que um presidente militar foi eleito para combater a corrupção e vai terminar o mandato com a cara do centrão. Quem é honesto não se alia a corruptos.

    • Maria says:

      A guerrilheira terrorista era desconhecida para o povo alienado que votaria até em um cachorro se o chefe indicasse para a presidência pois, até hoje essas mesmas pessaos que idolatram o bandido acreditam que ele é inocente quando na verdade mudaram o entendimento da lei unicamente para beneficiá-lo, mas, isso não faz com que ele deixe de ser bandido e muito menos corrupto

      • Lampião Baiano says:

        Caso um hacker não invadisse o celular do juiz Sérgio Moro e descobrisse as articulações entre o juiz e os procuradores, até hoje Lula estaria preso. O julgamento foi parcial, por isso foi anulado. Para você ver como Bolsonaro é fraco como presidente. As pesquisas indicam que o povo prefere um operário no poder gerando emprego ao invés de um militar falando bobagem e criando confusão todo dia. Até com Mourão, Bolsonaro consegue criar intriga. Difícil, viu?

        • Marleide says:

          Bolsonaro é tão fraco que arrasta multidões por onde passa, enquanto que, o ex-presidiário na vida real e fora das pesquisas comprados, tem a popularidade baixíssima por onde passa, inclusive, sua caravana pelo nordeste que já foi reduto do PT, foi um verdadeiro fracasso.

    • Alguém says:

      A pessoa pra dizer que FHC fez um bom trabalho tem que ser muito ingênua mesmo, um cara que mandou extinguir a Comissão Especial de Investigação, que criou um órgão para abafar denúncias, que mais deu benefícios à banqueiros (Marka/FonteCidam), que contribuiu com a biopirataria, os bilhões desviados da sudene, as vendas de patrimônio público a preço de nada, que mandou 10 bilhões para socorrer empresas donas de ex-estatais privatizadas, e quem mais levou dinheiro do banco público que era destinado a financiar o desenvolvimento econômico e social do país foram para as teles e empresas de distribuição, que teve uma das piores políticas de comércio exterior na história do país, um governo que falava tanto em acabar com desemprego mas o índice de desemprego chegava em 20,4%. Esse pária foi a maior farsa que surgiu na presidência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!