Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Print de vídeo divulgado pelo delegado Eduardo Henrique em suas redes sociais



 

O delegado Eduardo Henrique, da Polícia Civil de Paulo Afonso anunciou, por meio de vídeo publicado nas redes sociais, a prisão de  mais um suspeito de ter participado da morte do empresário Maincon Deivide Antunes Gonçalves, 28 anos, mais conhecido como Maicon Pacco.

“Mais um suspeito da morte do empresário Maicon preso”, essa é a legenda do vídeo divulgado pelo delegado.

De acordo com o radialista Ítalo Timóteo, o o suspeito foi preso na tarde desta segunda-feira, 3, durante uma operação da Polícia Civil baiana no Bairro Cohab Nova em Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas.

A ação foi comandada pelo delegado Eduardo Henrique e contou com a participação de policiais civis da delegacia territorial de Paulo Afonso. Agentes da Polícia Civil de Alagos deram apoio. O acusado não teve o nome divulgado por conta da Lei de Abuso de Autoridade.

A reportagem do italotimoteo.com.br apurou que o preso é acusado de vários crimes, inclusive é apontado como assassino de aluguel, que também é denominado como pistoleiro. O acusado também já foi investigado pela equipe do delegado Rocha Cavalcanti por suspeita de crimes em Delmiro Gouveia, Mata Grande e Canapi. O homem foi levado para delegacia de Paulo Afonso onde ficará à disposição da Justiça.

O caso

O empresário Maicon Deivide Antunes Gonçalves, 28 anos, ou Maicon Pacco, como era conhecido, foi morto a tiros no dia 5 de fevereiro. Uma câmera de segurança de uma residência flagrou o momento em que o empresário foi baleado. Na hora do crime, ele estava na mesa de um bar localizado na Rua Tucuruí, no Bairro Tancredo Neves 1, em Paulo Afonso.

O vídeo mostra os criminosos chegando numa motocicleta, um deles desce rapidamente já com a arma em punho em direção à vítima (VEJA AQUI). O assassino se aproxima, faz os disparos contra as costas e cabeça do empresário, em seguida volta e sobe na motocicleta fugindo com o comparsa. O atirador usava uma blusa vermelha de manga longa, calça jeans e capacete.

Logo após os disparos, amigos que estavam com Maicon no bar tentam socorrê-lo, mas ele não resiste. O jovem empresário era proprietário da loja de celulares MD Cell Acessórios e Manutenção, localizada na Rua Padre Lourenço, BTN 2.

Pouco tempo depois do assassinato, a moto, supostamente usada no crime foi abandonada e recuperada pela Polícia Rodoviária Federal. O veículo foi conduzido para a delegacia de polícia. Até o momento, ninguém foi preso.  A motivação e autoria  do crime ainda são desconhecidas.







Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.