Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

″Através desta paróquia pertenço a Cristo, eu através da vida dessa paróquia renuncio a mentalidade do mundo e quero me entregar para construir o Reino de Deus″, dom Guido sobre a importância de uma paróquia para a comunidade.

 

13
Representação das comunidades, grupos e movimentos que formam a paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

 

A Perpétuo Socorro é uma paróquia como todas as outras. E todas, nos dias de hoje especialmente, parecem ser iguais. Mas basta uma pequena observação no cotidiano delas para ver que a trajetória de cada uma se assemelha, ao passar do tempo, aos fiéis que vai conquistando, neste caso tem-se a face paterna de uma igreja que nasceu da necessidade de evangelizar à preferiria, de cuidar das obras de caridade da diocese que por ali foram instaladas, da benevolência de Pe. Lourenço, que pensou e planejou e da continuidade de dom Mário Zanetta que a pôs de pé, em 1991.

 

10
Celebração do novenário e do jubileu pelos 25 anos.

 

Vai ao Boa Esperança, passa pela Prainha, avança nas Perimetrais, no Seriema, se estende pela feira, nas suas quatorze comunidades chegando até à divisa com Glória – na Balança. Aberta todos os dias com missas de manhã e à noite. Por lá sempre tem alguém rezando, sempre tem alguém cuidando do velhinho nos Vicentinos ou da criança no Lar da Criança.

 

18
Procissão avança pelas avenidas do Perpétuo Socorro.

Foram dez dias de festa com a participação dos padres e fiéis que celebraram ‘Maria Mãe e Porta da Misericórdia’ bem como o Jubileu de Prata pelos seus 25 anos. Neste domingo, dom Guido presidiu a celebração final.

19
Paróquia foi planejada por Pe. Lourenço e erguida por dom Mário Zanetta em 1991.

″Diante dessa festa nós devemos pensar qual é a atitude de Nossa Senhora que nós precisamos recuperar para viver bem?, na minha meditação escolhi três posturas: a simplicidade, a fé a fidelidade″, iniciou a homilia o bispo.

 

5
Representantes das comunidades que formam a Perpétuo Socorro.

 

Refletindo a simplicidade dom Guido explicou que a maior dificuldade das pessoas é aceitar a realidade, às vezes se quer e se planeja outra coisa. ″A simplicidade é reconhecer que também nos momentos mais difíceis Jesus está presente, e a forma como iremos encontra-lo, não é decidida por mim e sim por Ele″.

 

cristo
Bênção do Santíssimo Sacramento: festa pelos 25 anos da paróquia.

Nossa Senhora fiel

 

″Quando o anjo se retirou o que fez Nossa Senhora?, com quinze anos, numa região montanhosa – com os perigos daquele tempo, foi apressadamente visitar Isabel, então qual é a nossa região montanhosa que somos convidados a superar hoje?, a montanha do individualismo?, do comodismo?, da descrença, sempre arrumamos objeções em deixar que Deus manifeste a vontade Dele e assim nos ensinar o caminho″.

 

17
Cantoras da Perpétuo Socorro.

 

Terminada a celebração, os fiéis participaram da procissão, e da adoração ao Santíssimo, no momento em que Pe. Gilmar agradeceu o empenho e a dedicação dos paroquianos para realizar a festa, a amizade e a confiança nele e em Pe. Adriano, vigário.

 

8
O pároco Gilmar e Pe. Adriano Vigário.

″Nossa Senhora permaneceu fiel até os pés da cruz, à promessa de Deus, e nós ao invés de fazermos isto, achamos que encontramos nas promessas do mundo, aquilo que o mundo não pode oferecer″, finalizou o bispo, desejando que neste Ano Mariano, e particularmente neste período de Advento, as pessoas possam reconhecer a presença de Cristo também nas situações difíceis como a doença ou uma crise de relacionamento.

 

″Que as nossas famílias não deixem de acreditar na ressurreição e que tenham a certeza que todos pertencemos a Deus″.

 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.