Por

Site Ozildo Alves (www.pa4.com.br)

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

dimas-1-tt

 

 

Durante toda essa segunda-feira (21), vários internautas usaram as redes sociais para manifestar posição contrária à decisão do promotor de Justiça de Canindé do São Francisco-SE, Emerson Oliveira Andrade, que denunciou na última quarta-feira (16), o então secretário de Turismo do município, José Dimas dos Santos Roque [Dimas Roque], pela morte do ator Domingo Montagner Filho, da novela “Velho Chico” (Saiba mais Aqui).

 

Montagner, ao lado da atriz Camila Pitanga, morreu afogado em uma área de risco na localidade prainha Beira Rio, em Canindé, que não havia sinalização que informava a proibição para banhos. O processo encontra-se concluso ao Juízo Criminal de Canindé, aguardando despacho do juiz Paulo Roberto Fonseca Barbosa, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

 

Um dos primeiros a se posicionar em favor de Dimas foi o empresário do Bairro Tancredo Neves, José Ivandro:

 

“Afogamentos acontecem constantemente em locais com ou sem sinalização ao longo de todo o rio São Francisco e em todos os outros cursos de água do país. Entendo que nos locais de banho públicos deva ter sinalização e grupo de salvamento, mas acho que mais importante do que punir o secretário, usando o como cobaia pra agradar alguns, deveria se exigir dos entes públicos trabalho educativo no sentido de alertar a todos para os riscos de nadar em áreas desconhecidas e sem a proteção de salva vidas”.

 

Na página do denunciado dezenas de pessoas se mostraram surpresas e até mesmo indignadas com a decisão:

 

“Este promotor de Sergipe está de palhaçada. Indiciar o amigo Dimas Roque pela morte de um global é apenas para ganhar fama. Porque ele não indicia o MP que obrigou a retirada de sinalização do trecho que estava interditado ? Porque não indiciou a Globo que deixou seus funcionários sozinhos sem segurança alguma? Dimas é inocente, e se o promotor quer mídia, terá, porque não se mexe com um blogueiro e amigo. Dimas não está sozinho!”, argumentou Katia Figueira de Oliveira.

 

Carla Carretta Kunze responsabilizou a TV Globo e se solidarizou com o Dimas:

 

“Se alguém é responsável pela morte do Domingos Montagner, é a Globo, já que ele estava no trabalho e, portanto, sofreu um acidente de trabalho. Toda a solidariedade ao companheiro Dimas Roque, que está sendo injustamente acusado como responsável pelo afogamento do ator”.

 

Denúncia – Em sua denuncia, o promotor de Justiça Emerson Oliveira Andrade, faz um relato da falta de placas que informassem à população que o local em que Domingos Montagner e Camila Pitanga foram tomar banho nas águas do rio São Francisco em área que não era adequada e oferecia perigo em razão da correnteza e de redemoinhos.

 

O promotor diz, ao fazer a denúncia, que o “José Dimas dos Santos Roque, conhecido por Dimas Roque, tinha o dever legar de agir, vez que com seu comportamento anterior (retirada de bóias, das placas de sinalizações e demissão dos guardas vidas), criou o risco da ocorrência do resultado ao liberar a área para banho, sem atender os deveres objetivos de cuidados, sem tentar impedir a ocorrência de resultados danosos, cuja ação resultou na morte do ator Domingos Montagner”.

 

Dimas Roque ainda não se manifestou publicamente sobre a decisão do promotor.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

9 respostas

  1. Será que Dimas Roque também é culpado pelo assoreamento que tornou inviável a navegação no alto São Francisco? Ora, o ator assumiu os riscos, liberou segurança e motorista em prol de uma aventura, não sabia que Dimas como secretário de turismo tem a obrigação de ser “anjo da guarda” de ator global. Transformar um pai de família em boi de piranha só para justificar o injustificável é de uma covardia ímpar. Em São Paulo, a cratera do metrô que matou várias pessoas a justiça inocentou todos, claro não tinha nenhum ator global entre as vítimas… É vergonhoso…

    1. A Justiça sempre que achar culpados por desmandos. Claro que a falta de sinalização na área e muito serio e passível de inciamentos mas se poderia ver outras formas de se solucionar os problemas sendo mais enérgicos em todas as situações. Isso não vem de agora e o ator não foi o primeiro nem será o ultimo a morre nesse local por falta de sinalização e teremos ainda outras situações mesmo tendo a sinalização. Seria mais sensato se a justiça começasse a ver onde esta sendo empregado o dinheiro do povo de maneira correta. Seria bem mais sensato a justiça ver que Sergipe vende Paulo Afonso e suas belezas como se fossem de Canindé. Seria mais sensato se predessem os marginais que estão a solta na região . Enfim seria bem mais sensato a justiça ser justa.

  2. Sentimos pela morte do ator, no entanto, o local ao qual os atores se dirigiram não cabia informação se considerarmos terem se afastado. Bem como o fato de serem dois adultos. Caso persistam com o processo, então cabe precedentes ou seja, que todos os familiares que por ventura tenham perdido algum ente querido da mesma forma, que entrem com recurso contra o município para que sejam indenizados.

  3. Tanta coisa pra se resolver nessa prefeitura de canide até Dezembro e vem essa distração pra desarticular distrair aos que tanto esperam por seus pagamentos. Melhor postar Sr. Dirmãs o cumprimento e honrar seus feitos isso sim é mais urgente! Estamos de olho Dezembro já tá colarinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.