Paulo Afonso: prefeitura diz que “desconhece medida divulgada” sobre abertura parcial de lojas

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 5 de Abril de 2020 às 11:29




 

 

A prefeitura de Paulo Afonso informou neste domingo (5), por meio de nota da secretaria de Saúde que manteve o Decreto 5.771/2020 que dispõe sobre o fechamento do comércio por mais 15 dias, a partir da segunda-feira (6), e traz outras determinações de estabelecimentos que poderão funcionar em condições restritos está em plena validade.

 

Ainda de acordo com a pasta, “a gestão municipal desconhece toda e qualquer outra medida divulgada ou incitada, passível de pena caso haja descumprimento por qualquer estabelecimento que estiver fora do rol do decreto.”

 

Explica ainda que: “As excepcionalidades que fogem a situação do DECRETO 5.771 / 2020 , deverão ser encaminhadas a Secretaria de Saúde , e somente após analisadas pela Autoridade Sanitária e o Sistema de Comando de Incidentes , frente a situação do COVID -19 , e após emissão da nota técnica em resposta ao ofício, é que poderão ser tomadas qualquer medida que não esteja prevista no DECRETO MUNICIPAL 5.771 .

 

Ontem (4), um áudio com a suposta voz de um empresário anunciava que após reunião com o secretário de Saúde Ghiarone Garibaldi, este teria autorizado o funcionamento parcial do setor lojista: “Ele vai nos conceder uma abertura das 12 às 18h, cada loja aberta com uma porta somente e com uma placa de estamos apenas recebendo, e atendendo até duas pessoas por vez. Todo mundo aqui ficou sabendo que a partir de segunda 06, o comércio passa a funcionar de forma restrita, vamos dizer assim […] ainda assim é um alento, o cliente pode ir pagar seus débitos e de repente comprar algum item.” disse o lojista em áudio.

 

Porém, segundo a prefeitura, “em razão da ACELERAÇÃO DESCONTROLADA do COVID-19 no país”, as medidas anteriores estão mantidas. Veja abaixo o que abre e fecha em Paulo Afonso, a partir desta segunda-feira (6), conforme Decreto 5.771/2020:

 



9 pensamentos em “Paulo Afonso: prefeitura diz que “desconhece medida divulgada” sobre abertura parcial de lojas”

  1. Sr. Sec.Sau as clinicas Odontogicas tem que abrirem, existem muitas pessoas com problemas dentário (dor de dentes) pense nestes caso. Conto com o senhor. Obrigado que o senhor Jesus abençoe todos nós.

    1. Não concordo com seu pedido, você não está sabendo interpretar o texto acima onde fala que caso odontologico somente se for emergência se sua dor de dente for emergencia telefone pro seu dentista se ele pode te atender. Tem alguns dentistas na cidade que apoiam o Bolsonero se for seu claro que ele vai falar que é emergência e vai te atender.

  2. Pois e !
    Pensem nos pacientes que estam com dores dentárias gerais :

    Dentes para extrair , sentindo enxaqueca mal estar . Sem poder fazer nada .

    Por favor vejam isso !

  3. Está faltando o secretário de saúde se manifestar e falar se houve essa conversa dele ou o empresário ou não? Porque não podem decidir nada sem a permissão do prefeito que graças a Deus ainda é Dr.Luiz!!

  4. Sr. Chico da Rio Malhas, homem honrado, não creio que você tenha mentido.

    Pessoas que estam saindo as ruas, dêem uma passadinha no restaurante popular, bancos, fritas livres, realmente a prefeitura deu vacina contra o VÍRUS e o restante das pessoas ficaram a chupar os dedos.

    Não tem filas e aglomerações pois os olhos das autoridades são cegas, surdas e mudas.

  5. Se o proṕósito é evitar proliferação do vírus, o que vemos nos supermercados da cidade coloca todo fechamento do comércio a perder o sentido., é só ver o fluxo de pessoas no comércio (que já estava bastante prejudicado) com poucos clientes. A policia fiscaliza lugares públicos , praças, a prefeitura multa se algum comerciante descumprir o decreto, mas perdem o foco quanto ao proósito que é evitar aglomeração (vide foto na pagina inicial deste site).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.