Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Filho postou homenagem após confirmação da morte da mãe. Foto: redes sociais



 

 

Uma mulher de 65 anos morreu dois dias após ser baleada na frente de sua propriedade, no último sábado (3/4), no povoado Cacique, zona rural de Paulo Afonso, Bahia.

 

Segundo informações da família, Dona Francisca foi socorrida e levada para o Hospital Municipal de Paulo Afonso depois transferida para um hospital de Petrolina-PE, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

 

Em entrevista à RBN, um dos filhos da vítima, informou que tudo aconteceu quando os pais foram fechar a porteira da propriedade após a visita de dois filhos.

 

Os bandidos só esperaram eles saírem para abordar o casal. O pai de 75 anos foi o primeiro, levou uma coronhada de revólver na cabeça. Ao perceber que o companheiro estava ferido, Dona Francisca tentou ajudá-lo, quando foi surpreendida com um disparo de arma de fogo que atingiu a região da cabeça.

 

“Rapaz foi rápido, eu acho que eles estavam escondidos, assim que a gente chegou em casa soubemos dos tiros, e quando voltamos lá, encontramos minha mãe deitada com um tiro na cabeça. Foi muito rápido, meu pai está abalado, ele teve um corte na cabeça, minha mãe viu, correu, para ajudar ele, e os elementos atiraram nela.”, disse o filho na emissora.

 

A Delegacia de Polícia Civil de Paulo Afonso instaurou inquérito para apurar o crime.









Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

9 respostas

    1. Hou Zoiudo , o que tem nosso presidente honesto , com este assassinato , desta Senhora ? quem não tem o que falar , é melhor ficar calado

  1. Pra os políticos e a justiça esses assassinos não podem responder pelos seus crimes, pois os mesmo não sabem o que fazem, não pode nem dizer o nome deles, imaginem se mostrar a foto desses monstro? Essas desgraças e semelhantes a eles tem que MATAR, mandar logo pro INFERNO!

  2. Essa história me parece mal contada. Não roubaram nada? Esperaram só os filhos saírem? Eles tinham intrigas? Tem algo estranho aí, investiga que saí coisa viu.

  3. Gente respeita a dor da família, eles não tinham intriga não são pessoas de bem honesta e trabalhadores criaram seus 10 filhos com muito esforço conheço eles muito bem uma filha dela é da minha família, eles queria sim roubar mais como as coisas Não saíram como eles imaginavam o senhor marido dela conseguiu correr eles ainda tentaram atirar mais graças a Deus não tinham mais bala, eles correram com medo do esposo dela chamar a polícia. Mais se vocês não sabem oque realmente aconteceu não digam nada é melhor só a família sabe a dor que estão passando é ainda ver esse tipo de comentário é muito triste. Mais respeito por favor pela dor do outro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.