“O juramento que fiz aqui foi para defender o povo de Paulo Afonso e não o prefeito”, diz Galinho após aprovar PLs

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 22 de junho de 2020 às 20:53




 

 

Na manhã de hoje, 22, ocorreu a sessão ordinária da câmara de vereadores de Paulo Afonso. Mesmo voltando a acontecer nas segundas feiras, dia que havia sido alterado naturalmente desde o início da pandemia, as sessões ainda ocorrem com acesso remoto, cada vereador em seu gabinete com apenas um assessor.

 

Mais uma vez os músicos estiveram do lado de fora da câmara, dessa vez fazendo um protesto bonito e pacífico tocando e cantando músicas de diversos estilos musicais para que fossem aprovados os projetos de lei 17 e 18 que beneficiam a classe com um auxílio para esse momento de pandemia que enfrentamos.

 

Galinho que foi favorável ao projeto, ressaltou que desde o início do seu mandato ajuda a classe artística do município, inclusive fez parte de um plano de cultura feito na câmara e que foi aprovado por unanimidade. E aproveitou o momento para ressaltar os ofícios que enviou ao Secretário de Cultura e Esportes Jânio Soares. “Eu convoquei por mais de dez vezes, senhores vereadores, e povo de Paulo Afonso que está nos ouvindo, o secretário da pasta, para nos dar explicações e até hoje, depois de três anos e meio, nunca vimos a presença do secretário pra prestar esclarecimentos.” Segundo Galinho, até hoje a execução do Plano de Cultura do município não saiu, assim como a reforma do Lindinalva Cabral que já foram gastos mais de 200 mil reais e até agora nada.

 

Após comentários de que a prefeitura diz olhar pelos mototaxistas, Galinho foi pragmático; ”A única ajuda que prefeitura deu aos mototaxistas foi colocar suas motos, seus tuk tuk’s, em cima de uma prancha de guincho e prender! Tratando os pais de família como irresponsáveis.” Para Galinho a pergunta que não quer calar é; “Cadê o prefeito? Cadê o secretário?” Precisa-se saber como foi gasto dois milhões na pasta cultura e esporte em três meses, “o povo precisa saber!”. Segundo Galinho a única coisa que o secretário da pasta teria é o aval para enterrar a cultura de Paulo Afonso assim como fez com o turismo e agora enterrou o esporte.

 

Para Mário, foi aprovado pela casa legislativa o orçamento para ser investido na cultura e esporte, o dinheiro está sendo gasto, mas a gente não estão vendo resultado nem transparência.

 

Finalizou parabenizando os músicos pela luta e pela aprovação do projeto que dizem ser inconstitucional mas que, inconstitucional mesmo é colocar detector de metais na porta das escolas – por onerar o município – e a câmara aprovou.




 



12 pensamentos em ““O juramento que fiz aqui foi para defender o povo de Paulo Afonso e não o prefeito”, diz Galinho após aprovar PLs”

    1. então cumpra sua palavra,continue candidato a prefeito sem alianças principalmente com anilton ex prefeito.esse cara é continuação do seu tutor luiz de deus,é raiz daninha,persegue principalmente os filhos de paulo afonso para continuar mamando.outra coisa é os filhos de paulo afonso se renderem a esses caras,já passou muito da hora de acabar esse monopólio opressor do inferno.

  1. Esse vereador tem meu voto para prefeito. Não vejo picaretagem na postura dele, e se alinhar os discursos dele desde 2017, nunca mudaram. Parece ser caba homem.

  2. GALINHO, É MELHOR VOÇÊ BUSCAR A REELEIÇÃO PRA VEREADOR. POIS LUTAR CONTRA A MAQUINA É PRATICAMENTE IMPOSSIVEL. COMO VEREADOR, VOÇÊ É O MELHOR. ENTÃO NÃO PERCA SEU TEMPO EM AVENTURAR SER PREFEITO. ADMIRO SUA CORAGEM, MAS VERDADE SEJA DITA. INFELISMENTE, VOÇÊ VAI FAZER FALTA NA CAMARA DE VEREADORES ANO QUE VEM.

  3. engraçado esses políticos(vereadores ), só apresenta seu trabalho em ano eleitoral, ai tem pessoas que cai nessa.
    Só vejo palavras jogadas ao vento, é muita cara de pau desses vereadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.