O desembarque de Mário Negromonte Júnior no grupo de Luiz de Deus

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 27 de outubro de 2020 às 21:54

Foto: Carlos Alexandre (PA4.COM.BR)



 

 

Por Francisco Nery Júnior

 

A perplexidade se estabelece quando dois grupos políticos antagônicos de longa data resolvem se entender. Se fundir seria mais preciso. Nesta noite de 27 de outubro, o deputado Mário Júnior acaba de anunciar a sua adesão ao grupo do prefeito Luiz de Deus. Se temos alguma pretensão de atuar na área dos comentários políticos, não nos podemos furtar chamar a atenção para alguns aspectos.

 

Em live amplamente divulgada, a comunicação da decisão foi feita por um deputado que fez questão de se mostrar humilde. Ele e o seu grupo, afirmou, estavam vindo para somar. “Eu não vou decepcionar”, enfatizou, ressaltando que “a gente [apenas] põe um fim a uma longa pausa, encerrando uma briga de 35 anos”.

 

Fazendo alusão ao impulso desenvolvimentista da região de Juazeiro/Petrolina, o deputado ressaltou a necessidade de “puxar o desenvolvimento para cá”, chamando a atenção para a importância de uma segunda ponte para a ilha e para a prioridade de investimentos na atividade de criação e tratamento do pescado na nossa região. Em tempo, nós outros estranhamos essa carência considerando que as condições para a criação de tilápias na região são ideais, bem como sabemos que a agricultura pode muito bem ser desenvolvida na nossa zona rural.

 

A adesão de Negromonte foi chamada de “ato bastante nobre” pelo prefeito Luís de Deus, acrescentando que “eu o parabenizo por isso” e “esse gesto nobre partiu dele”. E mais adiante o prefeito incumbente, nos fazendo lembrar os velhos caciques da nossa história política, reafirmou com clareza e altivez que “o gesto partiu dele”.

 

Foto: Carlos Alexandre (PA4.COM.BR)

Um outro participante da live declarou que a fusão dos dois grupos tradicionalmente rivais foi um acontecimento natural fruto de paciente amadurecimento. O senhor prefeito corroborou a afirmação ao acrescentar que “não houve negociação”. “Foi um gesto espontâneo de Mário Negromonte.”

 

As eleições acontecerão no próximo dia 15 de novembro. Caberá ao povo escolher os candidatos que julgar melhores para administrar Paulo Afonso (prefeito e vereadores). Ele é o grande juiz da disputa eleitoral. Cabe aos partidos de oposição criticar e apontar melhores caminhos e soluções cumprindo o importante e indispensável papel de vigiar e denunciar o que não estiver dentro da lei e da ética cientes que os opositores são primordialmente adversários e não inimigos.

 

Foto: Carlos Alexandre (PA4.COM.BR)
Foto: Carlos Alexandre (PA4.COM.BR)
Foto: Carlos Alexandre (PA4.COM.BR)

 




 



21 comentários em “O desembarque de Mário Negromonte Júnior no grupo de Luiz de Deus”

  1. Presente de grego, puxado pelo Sr VAL. Logo Logo, o território será tomado. Se não podemos com eles, nos juntamos temporariamente a eles. É assim que funciona a política no Brasil. Parabens aos negromontes por essa iniciativa de ganhar território lá dentro , no núcleo onde tudo acontece.

  2. Não professor, nada há de nobre nessa fusão, nada há de entendimento ou arrependimento, apenas conveniência politica, e a política real, o Brasil cono ele é.

  3. Puro interesse político nada mais. Manter Luiz de deus na cadeira ou botar Anilton de volta é um tremendo retrocesso esses caras só pensam no poder, por isso vou de 77.

  4. só uma palavra … decepcionado !!!!!!!! perdeu seu prestigio M. Jr.. o cara mete a p… em vc, fala mal, ta com o filme queimado na cidade e ainda se alia a ele ???

  5. Quem disse que são antagônicos ?Ou seja inimigos na política e agora se unem.Sempre existiu entre eles o toma lá dê cá. Em Nome de Cristo Paulo Afonso vai mudar

  6. Esse é o fim do grupo de Luiz de Deus em Paulo Afonso, é uma pena que eles preferem se juntar com mafiosos duquer entender o verdadeiro sentimento do povo, o povo está carente é de emprego e saúde

  7. Onde estão os filhos de Luiz de Deus que cresceram ouvindo o pai falando “me diz com quem tu andas que eu digo quem tu és”. Triste em ver um político que admirei há quase 40 anos chegar na decadência da moralidade política. Na última cena do filme, o artista se junta ao bandido decepcionante. Dr Luiz, preferia ver o senhor derrotado nas urnas do que aliado aos adversários políticos, querendo ressuscitar inimigos da vida pública. Prova que conhecedo o senhor como conheço, não está gozando das suas faculdades mentais e que forças dominadoras estão levando o senhor a destruir o seu nome de homem público, de palavras, que tantos anos admirei. Dia triste. Não tem o que comemorar. Vergonha para os seguidores de Luiz de Deus. Mais uma vez ficou comprovado que a derrota não veio das urnas, mas sim de uma aliança que não foi consultada e com certeza não seria aprovada pelo Dr Luiz se ele tivesse gozando das suas faculdades mentais. Anilton está eleito.

  8. Ai é zica. Luiz de Deus começa a perder a eleição com essa união.

    O apoio de Mario Jr é como o cavalo de troia. Vai destruir a caminhada da campanha de Luiz de Deus que apesar dos absurdos de sua gestão, estava conseguindo levar, com muito chicote, a um bom desempenho.

    1. O funcionário da Prefeitura que não é concursado se prepare para sair, pois tem que dar lugar a os indicados de …e outros prefeitos em exercício.

  9. Gostaria de ver o cair dos “Deuses” esse ano. Mas duvido que os pela sacos desse … e dos outros parasitas abram os olhos.

    Isso seria o que qualquer pessoa com 3 dígitos de QI faria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.