20 de setembro de 2021

Morre mais um suspeito do crime contra PMs; outros 7 ciganos, todos irmãos, morreram em confronto

Por

Redação (pa4.com.br), com informações do g1

Reprodução (Os 7 filhos mortos do cigano Rodrigo Silva Matos: Dalvan, Bruno, Ramon, Sólon, Arlan, Diogo e Morais)

 

Mais um cigano suspeito de envolvimento na morte de dois policiais militares em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, morreu na manhã desta sexta-feira (30) em confronto com a Polícia Militar na cidade de Anagé, município vizinho. Ele foi identificado como um adolescente de 17 anos, segundo informações do Instituto Cigano do Brasil (ICB).

No dia 13 de julho, dois PMs, identificados como Luciano Libarino Neves, de 34 anos, tenente, e Robson Brito de Matos, de 30 anos, soldado, foram mortos a tiros no distrito de José Gonçalves. Segundo a polícia, os dois foram cercados por um grupo de seis pessoas, que deflagraram tiros.

Ao menos sete pessoas da mesma família foram mortas desde o homicídio dos policiais. Uma pessoa está custodiada no hospital – o pai dos sete mortos – e outras duas ainda não foram localizadas. A 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Conquista), no entanto, não confirmou se há parentesco entre o homem morto nesta sexta-feira e as outras vítimas que morreram em confrontos com policiais.

De acordo com a SSP-BA, o homem tentava invadir casas na localidade de Lagoa Grande e foi denunciado por moradores. Na ocasião, foram apreendidos um revólver calibre 38, munições e uma faca do tipo peixeira.

Ainda conforme a SSP-BA, houve uma troca de tiros entre ele e os policiais e o homem acabou ferido. Ele foi socorrido para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo informações da polícia, o suspeito estava no confronto de quarta-feira (28), com outros três ciganos que morreram após atirar contra equipes das polícias Militar e Civil, mas havia conseguido fugir. Com o trio foi recuperada a pistola do soldado Robson Brito de Matos, roubada após ele ser executado.

Por meio de nota, a SSP-BA informou que pauta suas ações dentro da legalidade e, neste contexto, está adotando todas as medidas para elucidar os assassinatos do soldado Robson Brito Marques e do tenente Luciano Libarino Neves, mortos em serviço, em Vitória da Conquista.

A pasta disse ainda que não compactua com excessos e que está à disposição para recepcionar qualquer tipo de denúncia sobre má conduta policial por meio das Corregedorias, Ouvidorias e também do Disque Denúncia da SSP-BA, através do 181.

Por determinação da SSP-BA, todas as resistências ocorridas contra ciganos após a morte dos policiais estão sendo acompanhadas pela Corregedoria da PM.

 

O tenente Luciano Libarino Neves (à esquerda) e o soldado Robson Brito de Matos (à direita) foram mortos em Vitória da Conquista — Foto: Arquivo pessoal

 

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 1

  1. Ciça says:

    Se apreenderam a pistola do policial morto é pq esses bandidos de inoscemtes não tem.nada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!