Por

Reitoria UniRios

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print



 

 

Obstante os desafios que se somam, dia após dia, fazendo da vida e seus símbolos possuírem significado ainda mais valorizado, no dia em que o Centro Universitário do Rio São Francisco, UniRios, completa 19 anos, é preciso, ao menos por um momento, resguardar em nossas almas a semente da esperança que essa instituição representa.

 

Quando a então Faculdade Sete de Setembro surgiu, através do pioneirismo do professor Gilberto Gomes de Oliveira no, agora distante, ano de 2002, o prédio erguido aqui, uma referência arquitetônica, passou a representar, principalmente, a possibilidade de alcançar novos sonhos e vislumbrar novos dias.

 

A FASETE, enfim, deu lugar a um novo nome, contudo, com o mesmo de DNA: o de proporcionar a melhor formação e de fazer com excelência todos as nossas iniciativas. Foi assim que, recentemente, nos tornamos o Centro Universitário do Rio São Francisco, UNIRIOS. Para justamente comportar novos sonhos, novas possibilidades ao autorizar mais cursos de graduação, a criação da EAD própria e, também, a chegada de cursos de pós-graduação em nível de especialização. Dados que nos enchem de alegria, fruto do trabalho e comprometimento de inúmeras pessoas.

 

Determinação que não faltou diante da emergência global advinda da pandemia de Covid-19. Um capítulo que pôs à prova todos nós: estudantes, professores, colaboradores e parceiros. E que foi encarado, primeiro, com responsabilidade para preservar a saúde de nossa comunidade, e com comprometimento para proporcionar um ensino presencial conectado com a qualidade reconhecida por órgãos nacionais.

 

Mas, dada a complexidade de nossos dias, esse sentimento de realização não está completo. Aqui nos unimos às mais de 300 mil famílias que perderam um ou mais entes queridos em decorrência da Covid-19. A todos, nossa mais estimada solidariedade e desejos de que Deus possa trazer conforto a cada coração. Fica registrado igualmente nossa oração ao bom Deus em favor daqueles que estão hospitalizados para que tenham sua saúde restaurada.

 

A vida insiste. Sim, mesmo diante de todos as adversidades. E é em nome desta esperança, em nome da vida que cumprimentamos a todos que fazem o Cento Universitário UniRios. Nossa instituição seguirá cidadã, responsável e comprometida onde certamente aflorarão novos sonhos.
Por fim, deixamos para reflexão o poema de Cora Coralina, essa poetiza que tem nos resgatado inúmeras vezes através de seus textos:

 

Não te deixes destruir…
Ajuntando novas pedras
e construindo novos poemas.
Recria tua vida, sempre, sempre.
Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
Faz de tua vida mesquinha
um poema.
E viverás no coração dos jovens
e na memória das gerações que hão de vir.
Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
Toma a tua parte.
Vem a estas páginas
e não entraves seu uso
aos que têm sede.
(Aninha e Suas Pedras, Cora Coralina)

 










 



Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.