Mário Galinho declara que continuará atuando politicamente em defesa do Hospital Nair

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 25 de novembro de 2020 às 19:54




 

 

O vereador Mário Galinho declarou que continuará atuando politicamente ao lado do povo no próximo ano e demonstrou especial preocupação com o futuro do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS). Candidato a prefeito de Paulo Afonso com 22.210 votos, ficando apenas 805 votos atrás do atual gestor, Luiz de Deus.

 

A fala feita na sessão ordinária da Câmara Municipal desta segunda-feira, 23, deixou claro que Galinho exercerá papel fundamental como líder da oposição na cidade. Mesmo sem mandato, ele ainda é presidente municipal do SOLIDARIEDADE e terá uma vereadora do seu time na próxima legislatura, Evinha Oliveira. “Não serei mais vereador, mas terei uma responsabilidade 22 mil vezes maior” e “Sempre estarei ao lado do povo de Paulo Afonso”, reforçou.

 

A saúde, pauta sensível para a cidade e principal bandeira de luta, foi citada em sua fala. Segundo Galinho, mesmo sem mandato prometeu trabalhar na articulação política em defesa do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) e seguir fiscalizando as ações do executivo contra o que classificou como falta de gestão da saúde.

 

Ele disse que não é possível pensar nessa luta sem que ele participe. “Quero pedir a todos os políticos que estão envolvidos nesse processo que não desistam do Nair (HNAS), não desistam do povo de Paulo Afonso. Enquanto cidadão estarei fazendo minha parte, procurarei junto com o SOLIDARIEDADE, nosso partido, articulações políticas para participar da resolução. Não serei mais vereador, mas o povo pode contar comigo”.
Com o repasse da administração do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) da Chesf para o município há grande preocupação quanto aos recursos para manter o funcionamento da unidade. Em média, mais de R$ 50 milhões por ano, sem repasses do governo federal e do estado a situação segue sob suspense.

 

O compromisso de Mário Galinho mostra que a população poderá contar com um dos principais defensores do direito de acesso a uma saúde pública de qualidade diante de um cenário ainda mais desafiador em 2021.




 



7 comentários em “Mário Galinho declara que continuará atuando politicamente em defesa do Hospital Nair”

  1. Pronto. Vai ter o mesmo fim de outro vereador de um mandato só, que se intitulava o Homem da Saúde…. passa a vida fazendo zoada e nunca mais se elegeu… se nao conseguiu pra prefeito, imagine pra deputado que precisa de dezenas de milhares de votos, e de outros municípios, onde ele não é ninguém…

  2. Oh coitado, vai querer remar contra a maré, vai nadar e nadar e chegando em terras vai cair de venta na areia.
    Galo 🐓, são 50 milhões por ano de despesas e a prefeitura vai arrebentar é isso que os vereadores não eleitos e os novamente eleitos querem?
    O próprio hospital HNAS está com Covid 19, esqueça suas façanhas.

  3. Acredito em sua capacidade política. Mais gostaria de esclarecer a esses historiadores e ……empregados na chesf que estão com domínio empregatício na empresa de Paulo Afonso e Recife ,quando afirmam que a chesf não tem mais responsabilidade social com Paulo Afonso e região.A chesf tem,e como TEM ! responsabilidade ,pois quando a empresa veio se instalar aqui na região ,ocupou as terras produtivas dos sertanejos que aqui se originaram ,para construir a fortuna no nordeste.Paga o hooailt ,imposto sobre essas terras,que é através dessas terras vem economicamente bem recheada e rica nada mais que as custas do povo que aqui viviam e quem veio construir sua fortuna e a cidade para também proteger e gerir essas riquezas. É lamentável os políticos aqui usarem descasos para se reelegerem as custas das pessoas idosas ,de pessoas sem cultura ,pessoas analfabetas,de jovens sem noção que se perdem no caminho da farras ,bebedices e prostituição,de aposentados estabilizados financeiramente e egoístas que não pensam em seus filhos e netos etc,dos pobres idosos coitados da zona rural que não entendem muita coisa porque arrancaram a ciência e expectativas de produção agrícola que viviam de fartura antigamente.Esses próprios políticos que dividiram o povo desunindo com história de um muro da vergonha ,quando na verdade sabiam que o muro era necessário existir para garantir e proteger as usinas etc,pois a chesf quando se instalou em Paulo Afonso não existia a vila poty ,nem outros bairros,começou os sertanejos se instalando aos redores em busca de oportunidade pra fugir sofrimento na época,como até hoje as pessoas buscam viver bem no mundo,outros querem a mais do que possa carregar nas costas. Vamos deixar de tanta mentira e esclarecer as verdades NÉ historiadores cúmplices de políticos sacanas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.