16 de junho de 2021

Marconi Daniel: “Após alegar que cidade estava quebrada, Prefeitura divulga gasto de R$ 116 milhões no 1° quadrimestre”

Por

Assessoria Parlamentar

Vereador Marconi Daniel. Foto: Assessoria Parlamentar



 

O vereador Marconi Daniel (PODEMOS) esteve nesta sexta-feira, 28, no Plenário da Câmara de Vereadores de Paulo Afonso para acompanhar de perto a prestação de contas do primeiro quadrimestre da gestão da Prefeitura Municipal de Paulo Afonso. O parlamentar ficou revoltado com a fatura apresentada pela Secretaria Municipal de Controle Interno.

Segundos dados da atual administração municipal, Paulo Afonso gastou somente no primeiro quadrimestre R$ 115 milhões, 251 mil, 441 reais e 23 centavos, o que representa um gasto de R$ 29 milhões mensais. Deste montante, R$ 36 milhões, 549 mil 806 reais e 31 centavos teriam sido gastos na Saúde, o que representaria R$ 9 milhões mensais.

O parlamentar rebateu ou os dados apresentados pela Prefeitura e afirmou que a cidade de Paulo Afonso não passa por dificuldades, muito menos por queda de receita. “Muitas vezes o senhor prefeito anunciou por meio das redes sociais que a cidade passava por esgotamento financeiro que levava a dificuldade de pagar fornecedores e hoje vemos esse valor alto. O que queremos saber é onde foi parar esse dinheiro? Continuo a dizer a conta não fecha.”, destacou.

O vereador rebateu os R$ 9 milhões mensais gastos na Saúde do município, uma vez que a cidade está vivendo um caos na Saúde Pública. “Quase R$ 37 milhões de reai gastos no primeiro quadrimestre na Saúde da cidade e o que vemos é a falta de pagamento de fornecedores, falta de leitos na UPA Covid, falta de insumos, medicamentos, médicos. O que estamos vendo aí hoje é uma verdadeira falta de administração do dinheiro público. São gestores sem eficiência e responsabilidade alguma. É triste e ao mesmo tempo revoltante. Temos que abrir a caixa preta da CPI da Saúde. Os responsáveis por este desgoverno tem que serem responsabilizados por seus erros”, afirmou.

Como se não bastassem os altos números divulgados, a Prefeitura de Paulo Afonso informou que somente nos primeiros meses de 2021 investiu mais de meio milhão de reais na pasta da Cultura e Esporte. “Em meio a pandemia, a Prefeitura alegar que gastou um alto valor na Cultura e Esporte, é querer mangar da cara do cidadão pauloafonsino. Não podemos aceitar isso. É uma articulação criminosa e que está lesando a população”, finaliza.




 

 



VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.