Mais de 2/3 dos vereadores de Paulo Afonso trocam de partido para eleições 2020; veja as mudanças

Por ANTÔNIO GALDINO (www.folhasertaneja.com.br) | 4 de Abril de 2020 às 13:12

 

Foto: Divulgação – Crédito/Montagem: PA4.COM.BR



 

 

O TSE decidiu há tempo que o dia 04 abril, este sábado, a data-limite, o dia do calendário eleitoral de 2020, para novos partidos terem o registro aprovado pelo TSE e para que vereadores eleitos façam a mudança de partidos. E, embora alguns tentassem adiar a Ministra Rosa Weber não aceitou o pedido de mudanças e manteve esta data como estava divulgado. Foi a maior correria dos retardatários de plantão.

 

Em Paulo Afonso, houve uma revoada grande de vereadores trocando de partidos.

 

Dos 15 vereadores eleitos em 2016, somente 4 permaneceram nos partidos pelos quais foram eleitos. São eles:

 

-Lêda Maria Rocha Araújo Chaves (Irmã Leda), que permanece no PDT;

-Mario Cesar Barreto Azevedo (Mário Galinho), que fica no Solidariedade;

-Marcondes Francisco dos Santos, que permanece no PSD;

-Lourival Moreira dos Santos (Moreirão) que fica no PSC.

 

Os outros onze vereadores mudaram-se de mala e cuia para outros ninhos. Assim, fizeram mudança:

 

-Bero do Jardim Aeroporto – do PP para DEM;

-Bero do Jardim Bahia – Fica no PT? Vai para o Podemos? Ou vai para o PSB?;

-Cícero Bezerra – do PP para o PDT;

-Edilson do Hospital – do MDB para o PSC;

-Jean Roubert – do PTB para PSD;

-Leco – do PHS para o PSD;

-Marconi Daniel – do PHS para o PODEMOS;

-Pedro Macário –do PP para o DEM;

-Zé Carlos do BTN -do PRB para o PP;

-Zezinho do INPS – do PODEMOS para o PP;

-Zé de Abel – do PHS para o PSC.




 

Com essa nova configuração, o governo do prefeito Luiz de Deus (PSD) consolida sua bancada na Câmara Municipal de Paulo Afonso e reúne em torno de si muitos ex-adversários políticos e sai para a campanha com o apoio de dez vereadores com mandato na CMPA.

 

O PSD, que tinha apenas o vereador Marcondes Francisco agora conta com mais dois: Jean Roubert e Alexsandro Fabiano, o Leco.

 

A estes se somam o PDT que só tinha a vereadora Irmã Leda e agora recebe também o vereador Cícero Bezerra que deixou o PP.

 

Ao grupo do Prefeito Luiz de Deus também se chegam os vereadores Pedro Macário Neto, presidente da Câmara e Bero do Jardim Aeroporto que deixaram o PP e agora estão filiados ao DEM.

 

Também o PSC se fortalece. Antes ali estava apenas o vereador Moreirão e agora o partido recebe os vereadores Edilson do Hospital, que deixou o MDB e Zé de Abel, que deixou o PHS.

 

No bloco de oposição ao prefeito Luiz de Deus ficam Zé Carlos do BTN e Zezinho do INPS, ambos migraram para o PP e apoiam Raimundo Caires (PP) nas eleições para prefeito em 2020.

 

Marconi Daniel e Bero do Jardim Bahia, apoiam Anilton Bastos. Marconi está no PODEMOS e Bero estava decidindo entre ficar no PT ou ir para o PSB ou para o PODEMOS. Mário Galinho completa a bancada da oposição. Ele permanece no Solidariedade e defende a própria candidatura a prefeito de Paulo Afonso.

 

Foto: Divulgação.

Com a mudança de filiação da maioria dos vereadores eleitos em 2016, o PT, o MDB e o PHS deixaram de ter representantes na Câmara Municipal de Paulo Afonso. Com essas mudanças a Câmara ficou com a seguinte composição partidária:

 

PSD – três vereadores – Marcondes Francisco, Jean Roubert e Leco

PSC – três vereadores – Lourival Moreira, Edilson do Hospital e Zé de Abel

DEM – dois vereadores – Pedro Macário e Bero do Jardim Aeroporto

PDT – dois vereadores – Irmã Leda e Cícero Bezerra

PP – dois vereadores – Zé Carlos do BTN e Zezinho do INPS

SD – um vereador – Mário Galinho




 

PODEMOS poderá ter dois vereadores – Marconi Daniel e Bero do Jardim Bahia se ele optar por esse partido. Mas Bero do Jardim Bahia até à noite do dia 03 de Abril, quando fechamos essa matéria ainda estava na dúvida entre ficar no PT ou ir para o PSB ou para o PODEMOS.

 

Com o foco nas eleições deste ano, os partidos também buscam reforços com ex-vereadores que tiveram atuação marcante na Câmara de Vereadores e alguns deles chegaram à presidência do Poder Legislativo.

 

Entre eles estão os ex-vereadores e ex-presidentes da Câmara Regivaldo Coriolano e Petrônio Nogueira. Regivaldo deixa a Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio, nesta sexta-feira, dia 03 de abril e é substituído por Paulo Antônio Rangel, filho do Deputado Estadual Paulo Rangel, do PT.

 

Regivaldo Coriolano, que era filiado ao PT, deixou esse partido e concorre a uma vaga para vereador pelo PDT, onde também está o ex-vereador e ex-presidente da Câmara Petrônio Nogueira.

 

Há também informações que o ex-vereador e ex-prefeito José Ivaldo de Brito Ferreira estaria também candidato a uma vaga de vereador. Outro nome que anda circulando na mídia é o do ex-vereador Celso Brito que já foi presidente do PSB e agora aparece como candidato pelo DEM.

 

Há ainda outro nome que tem sido citado na mídia eletrônica que é o do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Edson Oliveira Maciel, o Dinho. Também aparece entre os possíveis candidatos o nome do ex-vereador Daniel Luiz e até já se falou na volta de Luiz Aureliano à disputa por uma das 15 vagas da Câmara Municipal de Paulo Afonso.

 

Os candidatos a prefeito, que já exerceram mandatos sabem da importância de uma representação deles na Câmara Municipal, uma vez que os vereadores vivem constantemente na mídia e seus gabinetes se transformam naturalmente em extensões dos partidos que representam. Essa é uma das dificuldades dos novos candidatos, esta falta de representação popular, em atividade pelo menos desde 2016 e alguns deles com 20 ou 30 anos de mandato.

 

Também os ex-vereadores, mesmo tendo exercido cargos de relevo na Câmara ou fora dela não estando na mídia com boa frequência, com uma agenda positiva, nesses últimos anos os deixaram mais distantes dos seus naturais eleitores e especialmente dos novos que desejam conquistar…

 

O fato é que, mesmo com a pandemia do coronavírus, as reuniões intramuros estão acontecendo e logo vai se saber a quantidade de candidatos a vereador em Paulo Afonso. Por enquanto especula-se que pode passar de 200 candidatos.



21 pensamentos em “Mais de 2/3 dos vereadores de Paulo Afonso trocam de partido para eleições 2020; veja as mudanças”

    1. Verdade,essa estratégia é pra beneficiar o partido caduco da miséria de Paulo Afonso,tipo ,cada um divididos em partes,pra não deixar brechas pra cidade continuar nessa nojeira sórdida do diabo.a esperança é votar alternados,pra não dá gosta o cão e Paulo Afonso poder voar

  1. misericórdia gente as pessoas morrendo e o povo de Paulo Afonso preocupado com eleições e se não tive e aí não vai ter partido
    certo quem sabe o que vai acontecer é Deus porquê o dia de amanhã pertence a Deus e não a o povo de Paulo Afonso.
    Nâo tem vacina.nem remédio.para combater o COVID -19. OREM PELAS PESSOAS QUE SOFREM COM SUAS PERDA.
    JÁ IMAGINOU SE O MUNDO ACABA A MANHÃ NÃO TEM ELEIÇÃO CERTA.

  2. Três desses merecem permanecer como Edil: Mário Galinho, Zé Carlos e Zezinho do INPS o resto são defuntos políticos e os piores são, Jean Rupesti e Edilson, decepcionantes. Nem pra inspetor de quarteirão servem.

  3. É desses vereadores e prefeiro vota marconi daniel ou Zezinho que ajudar povo da zona rural é agora esses vereadores que nao merecem voto povo é esse tao jean Robert enganou povo é leco leda pedro Macário ze de abel Moreirao Marcondes francisco tao do lado Luiz deus é para mama da prefeitura esses falsos é que sao contra povo 😠😠😠😠😡😡😡😡

  4. Sangue novo. Cara nova. Chega das velhas raposas. Queremos mudança. Paulo Afonso precisa de gete nova, cabeça pensante como Fábio Barreto para dinamizar a Cãmara de Vereadores, bem como a política em si. Fábio Barreto pode surpreender nessas eleições. Grande nome.

  5. Entra ano e sai ano…nao fazem porra de nada …muda tudo …famosos sangue suga …tem umns quatro ai que era tudo liso…agora tem fortuna… Vereador deve ganhar uns 200 mil por mes so pode

  6. O descontentamento do povo de Paulo Afonso com os seus representantes é mais do que nítido. A única coisa que souberam fazer foi encher a Prefeitura Municipal com os seus, apenas. Maldita seja a invenção do cargo comissionado!

  7. INTERESSANTE, PÓLITICO MUDA DE PARTIDO EM TODA ELEIÇÃO. AGORA QUANDO O ELEITOR MUDA DE CANDIDATO, E ELES FICAM SABENDO, ÁI FICAM COM RAIVA DA PESSOA E SE O COITADO DO ELEITOR TIVER UM EMPREGO QUE DEPENDE DELES, ÀI ELES COM RAIVA DEMITEM. POR ISSO, EU VOTO EM ZEZINHO DO INSS, POIS PELO MENOS É O ÚNICO QUE TEM DENTRO DELE ALGO QUE OS OUTROS NÃO TEM: AMOR AO PRÓXIMO. ZOMBAM DELE, RIEM DELE, DEVIDO A SUA POUCA CULTURA. MAS NÃO SE VENDE, NÃO SE CALA, NÃO SE OMITE NEM QUANDO O PATRÃO PREFEITO ERRA. ESSE SIM, AJUDA AO PRÓXIMO. MORO NA CIDADE, SOU CHESFIANO, GRAÇAS A DEUS nÃO DEPENDO DE NENHUM DESGRAÇADO DESSES. LEMBRANDO AO POVO: A EMBASA ESTA AI, POR CULPA DELES. NÃO ESQUEÇAM DISSO. PRA PREFEITO, JÁ PASSOU DA HORA DE MUDAR, POIS PAULO AFONSO É BRASIL, NÃO É A INGLATERRA PRA TER UM REINADO. UMA FÁMILIA DEITANDO E ROLANDO A MAIS DE TRINTA ANOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.