Luiz de Deus emite carta aberta à população

Por ASCOM | PMPA | 6 de Abril de 2020 às 14:50

Diante do momento que o município está passando com a pandemia do novo coronavírus (Covid 19), o prefeito Luiz de Deus divulgou, na manhã desta segunda-feira (6), uma carta à população pauloafonsina.

 

No texto, o gestor externa sua preocupação com a doença e os setores da economia, mas reforça que todas as medidas que estão sendo tomadas têm como objetivo principal a preservação da vida.

 

Leia a carta na íntegra clicando aqui

 

 

 




 

14 pensamentos em “Luiz de Deus emite carta aberta à população”

  1. Boa tarde, muitas coisa errada esse prefeito da cidade não está fazendo coisa certa.ele que isolamento .olhar a caixa quantidades de gente banco do Brasil Bradesco ,principalmente os mercados.ele que dizer o corona vírus está nas loja do comércio. Tenha Santa paciência prefeito. Faça certo não errado.

    1. nao se esqueça dos vereadores q nada falam e eles nao tao nem ai como povo q o desemprego vai aumentar e muito e a criminalidade tambem e povo e os comerciantes nao falam nada e os moto taxi nem carreata fazem, cade o secretario d saude nada fala nem uma declaracao e nem sobre a hidroxicloroquina e a azitromicina e Metilprednisolona, uma hr o povo vai saber q o tratamento e esse

  2. O PESSOAL MENTIROSO.
    PAULO AFONSO NÃO ATENDE AO RAIO 250KM POIS ATINGIRIA AS CIDADES DE ARAPIRACA EM ALAGOAS, GARANHUNS E SERRA TALHADA EM PERNAMBUCO, ITABAIANA EM SRRGIPE, RIBEIRA DE POMBAL NA BAHIA, LOGO A INFORMAÇÃO DO PREFEITO É SEM NOÇÃO.
    SE ELE DISSER QUE ATINGE 100KM EU ACEITARIA.
    NO MAIS, COMO É QUE RLE ASSINOU ESTE E OUTROS DECRETOS SE ELE ESTÁ AQUI AUSENTE DA CIDADE

    1. Ele se refere a grandes centros com estrutura médica. Basta observar que aqui nem hospital privado tem. o que tem é uma clinica que eu mesmo tenho plano de saúde ainda prefiro ser atendida no NAIR, pois sinto mais segurança.
      Então o prefeito está completamente certo comerciante revoltado, se eu virar defunto não vou em seu comércio gastar meu salário. Se eu falir mesmo assim eu posso me recuperar, agora morto não se recupera. Saúde em primeiro lugar.

  3. O prefeito está correto,o povo só vai se atentar quando acontecer a morte de alguém da família aí sim vai entender o que ele tá dizendo.

  4. É a hora da gente ver a cor dos oitenta milhões que ele pegou de empréstimos, dinheiro ele tem para investir na saúde , pensar nas pessoas de economia informal que estão sem salários, os mototaxitas, ambulantes, no máximo que ele fez até agora foi distribuir umas quentinhas e aumentar aglomerações no restaurante popular, muito fraco este prefeito, ESTÁ GUARDANDO OS OITENTA MILHÕES PARA QUE? SERÁ QUE O POVO NAO ESTÁ PRECISANDO NESTE MOMENTO ? FICA A DICA POVO DE PAULO AFONSO DE OLHO ONDE ESTE DINHEIRO ESTÁ INDO.

  5. deveria ter mais rigor com a guarda municipal e agentes sanitaristas onde o foco de aglomerações estão sendo vistos supermercados, bancos entres outros também a proibição de venda de bebidas Alcoólicas pois faz com que a pessoa se aglomere em casa com varias pessoas

  6. Concordo totalmente com as medidas que estão sendo tomadas pela secretaria da saúde, pois estamos vendo o que esta acontecendo no mundo , gente isso e muito serio , nunca foi vivenciado isso , vamos aceitar o que esta sendo determinado , vamos pensar nas nossas família , nos nossos amigos , em toda essa população que esta sofrendo com a morte de entes querido , que Deus nos Abençoe e nos dê sabedoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.