Por

[email protected] (www.pa4.com.br) com Holofote

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

imagem_noticia_5-2O músico Fernando Alves de Lima, conhecido como Fernando Monstrinho, percussionista da banda Raça Negra, virou motorista de Uber.  De acordo com a Folha, a banda tinha feito uma pausa em 2016 e, por isso, ele buscou reforçar o orçamento, além de ser uma alternativa para passar o tempo. “Tem gente que entra e fala: ‘Nossa, a crise tá mal mesmo, hein? Não, é isso. É uma opção minha querer trabalhar mais para dar mais conforto a minha família. Além disso, sou casado há onze anos. Se ficar em casa todos os dias você começa a arranjar confusão com a mulher, fica impaciente”, brincou.

 

Monstrinho afirmou que procurar falar imediatamente que é do conjunto, “Mas, quando eu falo que sou músico, as pessoas ficam curiosas. Naquele momento em que a pessoa descobre, você não é mais o motorista da Uber, mas o cara do Raça Negra. Tento deixar a viagem a mais divertida possível. Esse é o papel de cada um que está ali. Tem a balinha, tem água, e, se pedir para cantar, a gente canta também. Eu falo antes que não sou o cantor, mas dá para quebrar o galho”, explicou.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.