Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

Paulo Afonso corre o risco de não receber doses de vacinas da Pfizer por falta de um ultracongelador essencial para armazenar o imunizante que tem eficácia de 90% contra covid-19.

 

Na segunda-feira (19), o Governado da Bahia anunciou que o Estado possui 30 ultracongeladores em nove cidades-polo, com capacidade para armazenar as vacinas da Pfizer, que serão enviadas pelo Ministério da Saúde a partir de 3 de maio. “Esta é uma realidade bem diferente de outros estados, que concentram a infraestrutura apenas na capital, impossibilitando a imunização no interior em virtude de não terem equipamentos que chegam a temperaturas de até -86°C.”, disse em nota a Secretaria de Comunicação da Bahia.

 

A lista dos municípios contemplados deixa de fora Paulo Afonso. Alguns receberam até 5 refrigeradores, o caso de Feira de Santana, como informou a Secom: Os equipamentos estão localizados nos municípios de Feira de Santana (5), Juazeiro (3), Jacobina (2), Ilhéus (4), Teixeira de Freitas (2), Barreiras (3), Alagoinhas (1), Vitória da Conquista (5) e na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (5), em Simões Filho, mas que atende toda a Região Metropolitana de Salvador (RMS).




 

De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, “isso é fruto de planejamento. Licitamos 100 ultracongeladores para armazenar as vacinas de RNA e, inicialmente, foram distribuídos 30 para as nove macrorregiões de saúde, cada um com capacidade de 368 litros”.

 

Um documento oficial do Ministério da Saúde indica que a Pfizer entregará 1.000.350 doses da vacina, a serem distribuídas a partir do mês de maio para as 27 unidades federadas, porém, há indicativo que cheguem doses somente para as capitais.









Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Uma resposta

  1. Mais uma vez, Rui, vem prejudicando o povo de Paulo Afonso. É um ingrato. É assim, que ele retribui, a grande votação, que teve em nosso município. Somente temos que agradecer, ao Governo Federal, por tudo que já mandou, nesta pandemia. Vamos relembrar, que no início da pandemia, Rui, chegou a prometer 30 UTI’s. No caso da policlínica, Rui, vem fazendo cortesia, com o chapéu alheio. A policlínica é mantida, por um consórcio de prefeituras, inclusive, a prefeitura de Paulo Afonso. O povo de Paulo Afonso, tem que abrir os olhos, para se libertar da terrível doutrinação comunista, que foi realizada, nas escolas e faculdades, ao longo dos anos. É só blá-blá-blá da utopia socialista, que vem prejudicando, o nosso próprio povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.