Governo anuncia mais duas parcelas do auxílio de R$ 600

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM METRÓPOLES | 30 de junho de 2020 às 17:02

 

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem pratdido) prorrogou nesta terça-feira (30/06), durante cerimônia no Palácio do Planalto, o auxílio emergencial de R$ 600 por mais dois meses. O benefício é pago a trabalhadores informais afetados pela pandemia do coronavírus.

 

Além de Bolsonaro e de ministros do governo, a cerimônia contou com a presença dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

 

Como a lei que criou o auxílio emergencial, em abril, deu ao governo a possibilidade de continuidade do programa com parcelas iguais às iniciais, o Executivo federal não precisará enviar nova proposta ao Congresso Nacional.

 

Quando o benefício ainda estava em fase de estudo, o auxílio emergencial foi pensado para durar três meses, de abril a junho. Antes de encaminhar a proposta ao Congresso, a equipe econômica do governo queria que o valor fosse de R$ 200 a cada mês. Após pressão dos parlamentares, foi definido o valor de R$ 600.

 

A prorrogação vai na contramão de declarações recentes do presidente, que vinha alegando que União não teria condições de prorrogar o auxílio no valor de R$ 600.

 

Propostas
Logo que a discussão sobre a continuidade do benefício teve início, o governo propôs pagar mais três parcelas de R$ 300. A ideia não foi bem recebida pelo Legislativo.

 

Na semana passada, em uma transmissão ao vivo nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou a prorrogação do auxílio, mas disse que os valores ainda estavam sendo estudados.

 

Na ocasião, Bolsonaro disse que a “ideia” do governo era pagar mais três parcelas do auxílio, nos valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, respectivamente, entre julho e setembro. Novamente, a proposta não foi consensual entre os parlamentares.




 



13 pensamentos em “Governo anuncia mais duas parcelas do auxílio de R$ 600”

  1. Senhor bolsonaro, deixe de coisa e pague o que é de direito do povo. Você não estar dando nada, esse dinheiro pertence ao país que contribuem com os impostos.

    1. Será que essa pandemia vai passar?
      Acho que vai demorar um bom tempo ou quem sabe vamos ter que aprender a lhe dar com esse vírus e continuar com todo protocolo de cuidados assim como já nos cuidamos prevenindo outros que já existem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.