2 de dezembro de 2021

Gov-BA: Paulo Afonso, Glória e Coronel João Sá estão entre os municípios contemplados para ampliação e modernização de escolas

Por

Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Foto: Paula Fróes/GOVBA

O governo do Estado destinou mais R$ 217.674.191,12 para a construção de outras 14 novas escolas de tempo integral na Bahia, conforme publicações no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta sexta-feira (15). Os recursos também serão empregados na modernização de escolas existentes. Este montante faz parte dos mais de R$ 2 bilhões que estão sendo investidos pelo Estado na requalificação da rede física escolar e envolve a instalação de novos equipamentos, como laboratórios, bibliotecas, quadras de esportes cobertas e campo society, além da construção dos Complexos Poliesportivos Educacionais, para fortalecer as aprendizagens no contexto da Educação em Tempo Integral.

Dos valores divulgados, R$ 96.906.303,82 serão destinados para a construção de cinco novas escolas em Esplanada, Iguaí, Mairi, Mata de São João e Poções. Outros R$ 60.239.041,22 serão para a construção de três unidades escolares em Santa Rita de Cássia, São Desidério e São Félix do Coribe. Ainda no DOE, consta o investimento de R$ 32.591.738,39 para a construção, ampliação e modernização de três unidades escolares nos municípios de Barreiras e Guanambi.

Ainda serão empregados mais R$ 27.937.107,69 na construção de uma nova unidade escolar no município de Sítio do Quinto e na ampliação com modernização da infraestrutura de unidades escolares nos municípios de Coronel João Sá, Glória e Paulo Afonso.

A construção de escolas de Educação em Tempo Integral também faz parte da política de expansão da oferta desta modalidade na rede estadual de ensino, por meio do Programa Baiano de Educação Integral Anísio Teixeira. A iniciativa tem o objetivo de elevar os níveis de aprendizagem, através da ampliação da jornada escolar dos estudante, e fortalecer o desenvolvimento humano e social dos estudantes, por meio de ações que propiciem a diversificação do universo de experiências educativas articuladas com as áreas do conhecimento, além de contribuir para a melhoria dos indicadores de qualidade das unidades escolares com tempo estendido.

A Secretaria da Educação do Estado iniciou a implantação da Educação Integral em 2014 e a meta é atender a mais de 25% da rede com este modelo de oferta até 2026, garantindo à juventude uma série de oportunidades que envolvem esporte, educação científica, artes e cultura.

Mais recursos – No DOE também foi publicado o resultado para a construção de mais três unidades escolares em Tempo Integral localizadas nos municípios de Antas, Catu e Feira de Santana. O recurso destas obras, de R$ 58.555.140,80, está vinculado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb).

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 1

  1. Rafael says:

    Ué, nessas matérias não aparecem os Antipetistas para malhar o Rui Costa? Cadê vcs, apareçam? Reclamaram de barriga cheia é maravilhoso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!