Ghiarone reforça que estabelecimentos comerciais de PA devem seguir decreto e continuar fechados

Ele ressalta ainda que a quarentena para os cidadãos também continua, seguindo o que está previsto no documento

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR COM ASCOM/PMPA | 26 de Março de 2020 às 19:36




 

O pronunciamento do Presidente Jair Messias Bolsonaro, na terça-feira (24), tem causado grande confusão no que diz respeito a abertura dos estabelecimentos comerciais. Diante da colocação, o secretário municipal de Saúde, Ghiarone Garibalde, reforça que em Paulo Afonso, o comércio deve seguir o Decreto Municipal e manter as lojas fechadas.

 

“Seguimos o que o Ministério da Saúde e o Decreto Municipal diz. Reforçamos que aqueles que descumprirem o que está determinado, sofrerão as sanções previstas. Ficarão abertos somente aqueles que estão na descrição dos indispensáveis”, explica Ghiarone.

 

Ele ressalta ainda que a quarentena para os cidadãos também continua, seguindo o que está previsto no documento. “Não podemos relaxar. Apesar de não termos casos confirmados no município, o isolamento é imprescindível para que não haja a contaminação”, diz.

 

Decreto
O Decreto nº 5.766, publicada pela Secretaria de Saúde no dia 20, estabelece outras medidas a serem tomadas para funcionamento da Prefeitura, comércio e outros estabelecimentos nos próximos 15 dias. A ação é reflexo da pandemia do Covid-19 em todo mundo, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para evitar o contágio e a disseminação do vírus.
O documento foi expedido considerando o Estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) decretado pelo Ministério da Saúde por meio da Portaria nº 188, de 03 de janeiro de 2020 e dispõe sobre novas medidas indispensáveis para o enfrentamento da emergência de saúde pública em decorrência da infecção humana novo coronavírus, nos termos da lei nº 6.259/75 e decreto de nº. 5.765, de 16 de março de 2020.
O texto especifica que a paralisação dos serviços foi a partir do sábado (21), envolvendo diversos setores e estabelecimentos. Na Prefeitura, o expediente fica suspenso nos departamentos, com exceção da Secretaria Municipal de Saúde; Secretaria Municipal de Infraestrutura; Secretaria Municipal de Meio Ambiente, no que se refere aos serviços de limpeza urbana, recolhimento de lixo domiciliar, entulhos, ramagens, e outros que porventura possam se revelar indispensáveis após a publicação da presente Portaria. A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), disciplinará por ato próprio o expediente interno e externo à população.
Durante a suspensão do atendimento, os titulares das demais Secretarias do Município de Paulo Afonso deverão implantar o sistema de plantão, informando a população, por meio da Assessoria de Comunicação, canais de atendimento por telefone ou whatsapp, limitado em todo caso a situações de urgência/emergência. O decreto prevê outras normativas que podem ser acessadas clicando aqui.

 



14 pensamentos em “Ghiarone reforça que estabelecimentos comerciais de PA devem seguir decreto e continuar fechados”

  1. nao entendo quer dizer que essa secretarias que vao trabahar nap corre risco de pegar o virus ? qual a proteçao que um gari esta tendo? estao dando mascara , luva, gel? e nas secretaria tambem estao zelando pelos funcionario?

  2. Quem está sem faturar durante este período deveria acampar na frente da prefeitura onde o prefeito deveria dar expediente, na secretaria de saúde, responsável pelos decretos de fechamento do comércio e ou ir até a casa do prefeito que por sinal deveria estar em casa confinado mais nada disso, ele está em sua fazenda de nome talvez, SEMPRE VIVA, salvo engano.

  3. Bom dia,

    Este Secretário não sabe nada de saúde e de administração pois como continua a deixar o comercio fechado se não há casos confirmados em Paulo Afonso de coronavírus,nosso Prefeito deixa a condução do Município por um senhor que nunca foi bom administrador.Digo Dr.Luiz o prefeito é o senhor foi em que votamos mais não esta a frente do Município.Manter as Igrejas fechadas sem as pessoas poderem nem entrar para Rezar como o senhor quer ter ajuda de DEUS nestas horas?

  4. Bom pra quem pode ficar em casa e não falta o alimento e dinheiro pra pagar as contas. Se pudesse todos ficariam em suas casas. Mas a realidade é dura e a fome mata muito mais que o vírus. Esse vírus não é nada perto do caos que pode acontecer no Brasil quando quebrar a economia. Economia e Saúde tem que andar junto e ter equilíbrio. Caso contrário todos sofrerão, ricos ou pobres.

  5. Vejo uma enorme nessecidade de uma fiscalização nos mercados, pois estao ficando superlotadas com grande aglomeração de pessoas, e nao esta tendo controle nem um, nao esta sendo respeitada quarentena, o distanciamento entre as pessoas, colocando em risco a vida dos próprios clientes e funcionários.

  6. Quem vai pagar os salários? As lojas não estão vendendo, logo não terão recursos. Se já estava ruim o comércio. Supermercado cheio e sem nenhum controle (isso é isolamento social), lembrando que os mercados são juntamente onde está a maior concentração de pessoas, o restante do comércio quem mora sabe.

  7. Gostaria de saber do Excelentissimo prefeito de paulo afonso , quem vai pagar minhas contas?
    mando para prefeitura ou para casa do prefeito, pois sou pedreiro e não consigo fazer mais nada, perguntar não ofende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.