20 de setembro de 2021

Funcionário da Chesf é encontrado morto em sua residência, aos 44 anos: “Logo o nosso Marquinhos!”

Por

Redação (pa4.com.br)

Marcos Aurélio Leite da Silva, 44 anos. Foto (reprodução redes sociais)

“Essa notícia veio como uma bomba que sai destruindo tudo, inacreditável, logo o nosso Marquinhos, que sempre cuidou da saúde, alimentação corpo e mente, uma pessoa tranquila e cheia de alegria.”

A mensagem acima, postada nas redes sociais por Glice Carvalho, mostra quão surpreendente foi a morte do pauloafonsino Marcos Aurélio Leite da Silva.

Com apenas 44 anos, completaria 45 na próxima sexta-feira, 3 de setembro, “Marquinhos Timbaleiro”, que era atleta de Jiu-Jitsu e cuidava demais da saúde, foi encontrado morto por volta das 18h desta sexta-feira (27) em sua residência, no condomínio Del Rio, localizado no Bairro Oliveira Brito, antiga Vila Moxotó, Bahia.

Infarto fulminante
“O último contato que a família teve com o mesmo foi na quarta-feira, dia 25 de agosto, por volta das 20h. O laudo do IML informa que a causa da morte foi infarto fulminante”, informou Ricardo Pereira ao site pa4.com.br, outro amigo da família.

Funcionário da Chesf, ele era estudioso e muito trabalhador
Marcos Aurélio era funcionário da Chesf desde 2006. Estudou Eletrotécnica no antigo Ciepa, turma de 1995, mas também foi Soldado Especialista da FAB (turma de 1996) e fez graduação em Direito pela Uninassau.

Marquinhos era filho de Severino Neto e Maria do Socorro Leite e irmão de Sandro Rogério, Mário Sérgio, Hamilton César, Ana Cláudia e Ana Vilma.

Ainda sobre a mensagem inicial de Glice Carvalho, ela também complementou:

“Tá vendo esse moço aí, @marcosaurelioleitte ou Marquinhos Timbalada como a maioria conhecia, excelente amigo, irmão, profissional e principalmente um filho maravilhoso e dedicado. Por onde ele passava levava alegria, um ser humano incrível o qual tive a honra de conviver desde da minha infância até hoje.”

 

Marcos Aurélio Leite da Silva, 44 anos. Foto (reprodução redes sociais)
Marcos Aurélio Leite da Silva, 44 anos. Foto (reprodução redes sociais)

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 2

  1. chacal says:

    foi meu professor de matematica de reforço, te perder foi foda cara, te a pouco tempo na suprave.

  2. Carlos Eduardo Marques says:

    Sugiro que a família procure a Chesf e peça os últimos exames realizados e o resultado da consulta (apto/inapto) com o médico do trabalho. Desde 2020 que a Superintendência de Recursos Humanos da Chesf cortou o diminuiu drasticamente os exames obrigatórios, tudo para economizar. Para a atual Chesf a vida dos trabalhadores não vale nada. Se Marquinhos tivesse se submetido a exames cardiológicos preventivos final dessa história poderia ser diferente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!