Por

Por Luiz Brito

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

O caos em que se encontra o IML de Paulo Afonso é fruto da falta de humanização com a qual são tratados não apenas o órgão, mas os que dependem dele.

 

A cidade já chegou a ter médicos todos os dias no IML, porém a determinação do então governador Jacques Wagner (PT) demorou poucos meses. Há anos os sucessivos gestores que passaram pelo governo jamais olharam o IML de Paulo Afonso com a devida atenção.

 

A falta de médicos legistas de segunda à quinta no Instituto Médico Legal (IML) de Paulo Afonso vem gerando revolta por parte dos pauloafonsinos. Atualmente dois profissionais se revezam de quinta a domingo no IML de Paulo Afonso.

 

Caso algum acidente com vitima falta ocorra nos demais dias, as famílias precisam remover o corpo para outra cidade ou aguardar dois, três dias para ser necropsia do corpo em Paulo Afonso.

 

* Comentário  (facebook)

 

Edson Lucena – E não é por falta de concurso.
Existem dezenas de legistas e peritos criminais, aprovados em concurso, aguardando somente a boa vontade do excelentíssimo Governador, incluindo minha esposa.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.