Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

No final de 2016, Fábio Jr. se casou pela sétima vez e, segundo ele, não haverá outra união. “É o último casamento, pode escrever”, afirma o cantor sobre a relação com Fernanda Pascucci. Ele diz que não liga para os comentários por sua, digamos, incessante busca pela cara-metade. “Eu quero ser feliz, só isso”, diz Fábio, aos 63 anos – a cerimônia do casório ocorreu no dia 21 de novembro, data do aniversário do cantor. Ele voltará a se apresentar no Vivo Rio no dia 21, com a turnê em que comemora seus 40 anos de carreira.

 

 

Incomodam os comentários sobre sua vida amorosa?

Não me incomodam nada. Eu quero ser feliz e estou muito feliz agora. A Fê [Fernanda Pascucci] é uma mulher incrível. Mas este casamento é o último, pode escrever. E desejo viver com honestidade e dignidade. Esses, aliás, são meus desejos para todos os brasileiros em 2017.

Como o eterno símbolo sexual cuida do corpo?

Para ser sincero, não cuido muito, não [risos]. No meu camarim tem sempre uísque, espumante, salgadinhos, frios e patês.

 

 

Qual o segredo de sua longevidade musical?

Acredito que o fundamental é não fugir de sua essência, de sua proposta de trabalho e fazer tudo com seriedade e comprometimento. Acredito que o melhor é não inventar e, sim, apresentar ao público o que ele gosta de ouvir, porém de forma mais atual. Por exemplo: as músicas que fazem parte de minha carreira, apresento-as agora com nova roupagem.

 

 

Pensa em voltar a atuar?

Sinto muitas saudades, mas com a agenda de shows fica um pouco complicado conciliar tudo. Não tenho um projeto em mente que me seduziria, mas um personagem bem construído, com objetivo e personalidade, acharia interessante.

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.