1 de agosto de 2021

Evelyn Santana: Mudança e neutralidade…uma realidade possível?

Por

Redação (pa4.com.br)

Foto: Ilustração

Por Evelyn Santana

Há cerca de oito anos atrás um véu caiu dos meus olhos, eu estava iniciando a graduação de Serviço Social. Nunca mais consegui enxergar as coisas da mesma forma. Apesar de parecer um texto totalmente pessoal, informo que há impessoalidade no conteúdo. Desde tenra idade, segundo relatos e memórias… a injustiça me incomodou. A desigualdade me incomodava, mexia comigo, me fazia refletir, de maneira mais instintiva, mas não passava desapercebida do meu campo de visão.

Hoje, já adulta, prossigo com a mesma inquietude diante das múltiplas injustiças e desigualdades que observo cotidianamente ou vivencio. A diferença reside no fato de que hoje consigo rastrear a fonte das desigualdades. Existe um rastro de migalhas e sangue que nos leva até a raiz de nossos problemas, tanto os atuais quanto os anteriores. Há muito tempo atrás ouvi uma frase que guardo até hoje “pessoas que escrevem, devem ser neutras”. Será?

Onde estaríamos se todos que se expressam através da escrita fossem neutros? As palavras escritas sequencialmente, uma após outra seriam de fato opiniões?  Ou palavras amontadas rasas de sentido e de direção? Nesse ponto da minha trajetória, enxergo a neutralidade enquanto algo a ser descartado. Imagine se eu apenas citasse o fato de ainda estarmos em uma pandemia, com índices alarmantes… e sublimasse a realidade de que o governo negou a verdadeira dimensão da situação? Faltaria algo. Correto? Imagine se eu apenas citasse o fato de que mulheres são agredidas, mortas desrespeitadas diariamente no Brasil… e esquecesse de mencionar o fato de que essas mortes estão totalmente atreladas ao nosso construto machista em que mulheres são vistas como objeto, ou procriadoras, ou como meio de satisfação pessoal. Se ao falar acerca eu ignorasse que existe desigualdade entre gênero. Faltaria algo.

Não tenho intuito de ser neutra. Na história da humanidade, neutralidade nunca modificou nada. Acredito na necessidade de mudanças. Sim, existem os que pensam que a ordem das coisas está totalmente satisfatória. Entretanto, na minha humilde opinião, acredito que nenhuma dessas pessoas tenha sentido na pele o peso da ausência de mudanças. Notem que sequer falei em transformação… mudanças. Se você está lendo esse texto agora e não concorda com a sequência de situações que citarei a seguir… tenho o dever de lhe avisar: você também não é neutro. Mortes, fome, desemprego, ausência de acesso à educação, vulnerabilidade habitacional, inflação, corrupção, violência, descaso. Bem, imagino que a maioria queira melhoria em algum dos âmbitos citados. Para que possamos modificar o quadro em que estamos é necessário que antes de tudo sejamos ausentes da famigerada “neutralidade”. Que façamos mudanças no nosso cotidiano, mentes e ações. E, sobretudo que saibamos que somos os principais agentes de mudanças, que é direito nosso e que é dever dos que estão nos representando. Não devemos nos contentar com o estado em que estamos. Devemos?  Há cerca de oito anos, um véu desnudou meus olhos. Não colocarei a venda novamente, não pautarei minhas falas com ausência de opinião, ideologia e direcionamento. Caminho e escrevo rumo e em prol de mudanças. Convido a todos que também acreditam que merecemos um futuro melhor a caminharem por essa estrada. Sabemos que é longa, mas avisto daqui uma placa de sejam bem-vindos… Basta que comecemos a caminhar!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 2

  1. Neuza says:

    Mudanças para retornar ao que vivíamos há oito anos atrás com os piores índices de saúde, educação e segurança pois, éramos saqueados a todo momento pela corrupção da esquerda? Deus nos livre!

  2. Laís says:

    Pelo que li a venda ainda não caiu pois, o PT passou 16 anos no poder e mortes, fome, desemprego, ausência de acesso à educação, vulnerabilidade habitacional, corrupção, violência nunca diminuíram, muito pelo contrário, só houve piora nos referidos índices

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!

WhatsApp

Conteúdo 100% exclusivo e em primeira mão, que você só vê no PA4!