Por

REDAÇÃO - PA4.COM.BR

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print




 

Ainda falta um ano e seis meses para a eleição presidencial, mas, como se diz na política, “2022 está logo aí”. Não à toa, o presidente Jair Bolsonaro decidiu não mais esperar pela criação do Aliança pelo Brasil e vai definir seu futuro partido. Assim como ele, outros atores políticos se articulam para criar a musculatura necessária para transformar suas pré-candidaturas em candidaturas concretas até o próximo ano.

Dos quais Lula, que se livrou há duas semanas dos processos da 13ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela Lava-Jato. Com isso, também foi confirmada a decisão que anulou de suas condenações o que permite que ele se candidate em 2022.

Tal como Bolsonaro e Lula, alguns nomes estão mais do que postos, a exemplo de Ciro Gomes (PDT), ex-governador do Ceará. O pedetista não enfrenta resistências internas e tem a candidatura praticamente sacramentada.

A mesma concorrência interna é nítida no PSDB. O governador de São Paulo, João Doria, vem tratorando para se posicionar como único candidato na legenda.

Ex-ministro da Saúde de Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta (DEM) articula sua candidatura nos bastidores. E cogita fazer isso fora do partido. As idas e vindas de ACM Neto em relação ao governo são os motivos de ele cogitar a saída do partido.

Persona non grata entre políticos, uma candidatura de Moro é vista como cada vez mais distante, apesar das boas colocações do ex-juiz da Lava Jato nas mais diferentes pesquisas de intenções de voto.

Se esses nomes estiverem na eleição para presidente da República e fosse hoje, em quais desses você votaria?

Vá lá na seção ENQUETE e vote!




 



Resultado da enquete anterior:

 

Compartilhar

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.