14 de junho de 2021

“É mais um jovem que se vai”, diz Luiz de Deus em mensagem para Tico da RBN pela morte do filho Késsio

Por

Redação (pa4.com.br)

 

Foto: reprodução/redes sociais

 

O prefeito de Paulo Afonso, Luiz de Deus (PSD), postou em suas redes sociais uma mensagem de solidariedade ao amigo e sócio Jota Matos, diretor da Rádio Bahia Nordeste. “Deixo aqui a minha solidariedade ao meu amigo de longa data Jota Matos, conhecido como Tico, que perdeu o seu filho Késsio para o coronavírus.”, escreveu.

Késsio Matos, 43 anos, faleceu no final da manhã desta segunda-feira (7), devido a complicações da covid-19. O bacharel em Direito deu entrada na UPA de Paulo Afonso no domingo (6) com baixa saturação e teve que ser intubado. Sem vagas nos leitos de UTI na unidade, seria removido para Salvador, mas infelizmente durante o percurso sofreu três paradas cardíacas e veio a óbito.

“Eu estou sem palavras, um sentimento de tristeza me invade porque é mais um jovem que se vai, mais uma família devastada.”, lamentou Luiz de Deus.

“A vocês, Tico e Miriam, desejo força e fé para os dias que vêm. A todos, desejo consciência para que possamos reduzir a circulação desse vírus mortal, que traz tanta dor! Precisamos nos cuidar, cuidar dos outros.”, finalizou. Késsio era servidor da prefeitura de Paulo Afonso e atuava no Ministério Público Federal.

Outra filha de Tico, Késsia Matos também está com covid-19 e precisou ser hospitalizada na tarde de ontem. Ao chegar até a UPA com falta de ar, passou por uma tomografia que apresentou alto percentual de comprometimento pulmonar. Késsia foi transferida em uma ambulância UTI Móvel da empresa Qualivita para o Hospital Pelópidas Silveira, em Recife (PE).

VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 2

  1. Pedro says:

    Dr. LUIZ
    Coloque pelo amor de Deus , um médico intensivista nessa UTI.
    Talvez assim tenhamos mais chances.

  2. Justiceiro PA says:

    Palavras do prefeito: “- Mais um jovem que se vai…”. Sentimento da sociedade: “Nada vai se fazer”. Milhões entram nessa prefeitura por mês parece que nada muda. O atual descaso nacional, se reflete aqui nessa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.