21 de junho de 2021

Covid-19 – Deputado pede que secretários de saúde façam força-tarefa para ajudar Paulo Afonso

Por

Redação, com informações do site Política Livre

Deputado Bacelar (Podemos/BA)



 

As unidades de saúde de Paulo Afonso já não conseguem mais receber pacientes com Covid-19. A ocupação dos leitos de enfermaria, UTI e semi- UTI já é de 100% nos três hospitais públicos da cidade: Hospital Municipal de Paulo Afonso, Hospital Nair Alves de Souza e Hospital de Urgência Covid (UPA). A cidade enfrenta o pior momento desde o início da pandemia.

Preocupado com a situação, o deputado Bacelar (Podemos/BA) se pronunciou neste domingo (16/05). Em suas redes sociais, o parlamentar pediu mais atenção das autoridades públicas com o município, principalmente, dos secretários de saúde dos municípios vizinhos. Ele sugeriu que fosse feita uma força-tarefa para tentar desafogar as unidades de saúde.

“Paulo Afonso não consegue atender a demanda sozinho. É preciso um esforço mútuo de todos os secretários de saúde circunvizinhos para ajudar os pacientes que precisam de tratamento. Por isso, faço este clamor. A situação é grave e precisa do envolvimento e comprometimento de todos” solicitou o podemista.

Além dos leitos, faltam insumos e medicamentos para tratar os pacientes infectados pela COVID-19. A secretaria de saúde já iniciou o processo de compra de remédios, mas os laboratórios alegam faltam insumos para produzir os medicamentos. “É uma situação trágica. Você paga e não recebe porque não tem como a indústria farmacêutica produzir. Estamos todos muito preocupados” afirmou Bacelar.

Em um áudio que circula nos grupos de whatsapp o secretário de saúde Adonel Júnior, faz um apelo: “Quem tiver insumos, medicações que possam ajudar, ajude. A situação é crítica Os fabricantes dizem que não tem matéria prima para entregar o que foi comprado. Então, para que eu possa dar suporte a todos vocês, eu preciso que vocês me ajudem, obrigado pela atenção de todos.” A prefeitura confirmou a veracidade.

Somente nos últimos três dias, Paulo Afonso confirmou 187 novas contaminações pelo novo coronavírus. Com estes números, o município acumula agora, desde o início da pandemia, 5.363 casos confirmados de covid-19, 4.793 recuperados e 134 óbitos pela doença.







VEJA MAIS

COMENTÁRIOS

Comentários 3

  1. Capitão Laércio Paz says:

    É todo mundo tirando uma casquinha política da calamidade pública na saúde em Paulo Afonso-BA.
    Falar de boca cheia que 10 leitos com respiradores e UTI é brincadeira….e que mais 4 leitos semi intensivos estão 100% ocupados para atender uma população na região de no mínimo 250 mil pessoas numa pandemia e desconhecer as regras de proporcionalidade.
    Dividindo os 14 leito por 250 mil pessoas dá um leito para 18.000 mil pessoas.
    Só lembrando que o orçamento anual do município de Paulo Afonso-BA gira em torno de 31, 5 milhões mensais; 378 milhões por ano e 1 bilhão e 500 milhões em 4 anos.
    Não estamos levando em conta nessa matemática os recursos federais vindo diretamente para o combate ao #COVID2019.
    A gente ouve as rádios da cidade falando da crise da Saúde parece reportagens gravadas de anos atrás, a mesma retórica. FAMOSA CANTIGA DE GALO
    Tentar transferir essa responsabilidade ao povo não procede.
    Porquê na cidade de Chapecó e tantas outras cidades os casos estão praticamente zerados e o povo está levando a vida cotidiana quase que naturalmente?
    GESTÃO EFICIENTE!
    #CapitãoPaz

  2. Maria says:

    Antes da pandemia já faltavam leitos e mesmo que se tenha 100% de leitos ocupados isso não representa nem 1% da população. Deixem de fazer politicagem para causar terrorismo na cabeça das pessoas

  3. Observando says:

    O que fizeram com os milhões repassados pelo Governo Federal desde 2020 aos estados e municípios para combate a pandemia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.