Contra cobrança de água na área rural, vereador Zezinho critica Prefeitura, Embasa e Codevasf

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR | 1 de Abril de 2020 às 22:22

Vereador Zezinho do INPS é contra cobrança de água na área rural. Foto: Divulgação



 

 

O vereador José Gomes de Araújo (PP), popular Zezinho do INPS, procurou a equipe do portal PA4 para fazer críticas a um projeto de sistema de abastecimento de água que atenderá famílias da Várzea e outros povoados. De acordo com o parlamentar, a obra é da Codevasf em parceria com a Prefeitura e Embasa.

 

Zezinho disse que foi acionado ontem (31/3) por moradores das comunidades, que após registrarem a chegada de homens e máquinas, começaram a se preocupar com futuro pagamento de contas de água. Hoje, as comunidades citadas pelo vereador (veja abaixo) são abastecidas por meio de cisternas, poços artesianos e carros-pipa.

 

“Ontem, eu estive na Várzea, Serrote, Alagadiço, Nambebé, e lá colocaram o maquinário, começaram a escavacar, vão instalar relógios (hidrômetros) para o povo pagar água. Vejam o que vão fazer, o povo só não está passando por muita dificuldade porque Deus mandou chuva, a natureza bonita, mas muita gente ainda está passando fome. Aí o que querem fazer, botar água pro povo pagar.”

 

Zezinho criticou a Embasa e os vereadores que votaram pela renovação do convênio da empresa com a prefeitura: “Deviam botar o trator para arar a terra do homem do campo e não fazerem essa miséria com o povo da área rural, por isso que eu estou revoltado com esse negócio. É a Codevasf que está fazendo, mas foram eles que pediram junto com a Embasa, porque é a Embasa que está aqui ganhando o dinheiro do povo, e os vereadores também são responsáveis que votaram a favor dessa miséria, dessa Embasa, aí e quem está sofrendo é o povo de Paulo Afonso, e agora o povo da área rural.”

 

Zezinho encerrou dizendo que procurou o responsável pela obra, e pediu a sua paralisação: “Eu fui até o responsável pela empresa e pedi para pararem com esse serviço, e disse que esse negócio estava maltratando o povo, e é hora de ajudar e não maltratar o povo, e com esse coronavírus que está aí, parece que agora a Embasa e a prefeitura estão sendo pior que o coronavírus.”




 



5 pensamentos em “Contra cobrança de água na área rural, vereador Zezinho critica Prefeitura, Embasa e Codevasf”

  1. Cadê o vereador do jua e o pré candidato a vereador não vão fazer nada.Fica só pedindo para concertar as estradas.Em 2 dias fica do mesmo jeito.vao deixar o povo pagar agua.Embasa está chegando na zona rural toda.Brevimente vai chegar IPTU na zona rural aguardem

  2. O prefeito nao está nem ai. a familia dele ganha rios de dinheiro e o povo que se lasque. parabéns vereador zezinho. vamos dar um basta a esse pessimo governo de luis de deus e sua familia em 04 de outubro…

  3. Agora todos os vereadores querer aparecer na foto vão trabalha os quanto anos aí não precisão fica apelado e comprador o voto do povo e esquece do povo por 4 anos

  4. Pq o povo da zona rural não quer pagar água!? Já tem muitos povoados aí que já pagaram água. Tenho avós que moram na zona rural e vão adorar ter água em casa se tá se preocupando com carro pipa.

  5. Boa tarde, o pessoal não paga energia e água é vida, o vereador Zezinho junto com outros foram os primeiros a bagunçar a distribuição da água em alguns povoados quando deu canos ao povo para fazer as redes de água clandestinas onde projetos iniciais era para chafariz a distribuição da água. Tem água sobrando agora o mau uso é outro problema, tem residências por ex. No Juá, Várzea só citando que tem entre 2 e 3 entradas de água em sua residência além de lava jatos e irrigação. Só fazer um levantamento dos metros cúbicos que saem do solo todos os dias e ver o consumo diário por pessoa que hoje segundo A OMS está em torno de 120 litros de água /dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Telefone: 75 3281.9421
  • E-Mail: comercial@pa4.com.br
© 2015-2016. Todos os direitos reservados.